5 Situações em que pagar barato sai caro

|Posted by | Lifestyle, Todos os Artigos
Tags: , , , , ,

Se de cada vez que compra algo mais barato sente que poupa algum dinheiro, lembre-se que nem sempre a frugalidade compensa. Existem situações em que pagar menos por determinado produto pode sair-lhe caro a médio prazo.

Acabar por optar por produtos baratos como forma de poupança nem sempre compensa e existem mesmo alturas em que é preferível gastar mais uns euros para ter um produto que dure mais tempo. Conheça cinco situações em que pagar barato sai caro e que o podem fazer repensar os seus gastos.

1. Comprar produtos de bebé usados

Costuma comprar produtos para o seu bebé em sites de venda em segunda mão? Pode estar a cometer um erro. Apesar de ser uma forma de poupar dinheiro existem itens, como a cadeira de refeições, a cadeira de automóvel ou até o berço, que podem já não ser seguros devido à sua antiguidade. Antes de se comprometer, faça uma busca tendo em conta o modelo da cadeira ou do berço e confirme que não foram retirados do mercado por motivos de segurança.

2. Optar pelo seguro de saúde mais barato

É melhor ter seguro de saúde do que não o ter. Mas ter o seguro de saúde mais barato onde as coberturas não correspondem ao que pretende, pode ser um gasto desnecessário. Se paga mais pelas consultas do que devia ou não vai a consultas porque não gosta dos prestadores de saúde disponíveis, está na altura de começar a pensar em alargar as coberturas do seu seguro de saúde ou até mudar de seguradora.

3. Comprar material tecnológico na internet

Viu aquele telemóvel de última geração que anda a namorar mais barato num site? Ou aquele tablet que queria oferecer à sua cara metade? Tenha bastante cuidado ao efetuar estas compras porque o material pode nunca chegar. Informe-se sobre a política de devolução de dinheiro do site onde está a efetuar esta operação e sobre a política de devolução de material antes de confirmar a compra. No caso de os produtos chegarem e não funcionarem deve saber o que fazer para devolver ao vendedor. Ainda pode ter que pagar para devolver a sua compra.

4. Comprar sapatos baratos

Se prefere comprar sapatos a preços mais baixos, lembre-se que este tipo de calçado tem mais probabilidade de causar problemas nos pés, tais como bolhas e até calos. Além do mais, a qualidade é sempre inferior e provavelmente só vai conseguir utilizá-los durante uma estação. Neste caso, é preferível abrir um pouco os cordões à bolsa e investir em artigos que durem mais do que um ano.

5. Optar pelo leasing na hora de comprar um carro

O leasing é uma forma de aluguer de longa duração na qual o carro só pode ser seu no fim do contrato mediante o pagamento do valor residual acordado na altura da assinatura. Ao optar por esta modalidade na hora de comprar carro, pode estar a poupar nos custos das taxas de juro e imposto de selo.

Ao escolher esta opção é uma locadora que compra o carro que pretende e que o aluga a si, consoante uma renda mensal. Mas assim que o contrato acabar e se não pretender pagar o valor residual acordado, deixa de poder andar com o carro e de ter algo para vender para fazer algum dinheiro.

Nem sempre optar pela opção mais acessível compensa. É por isso que deve comparar sempre os custos, vantagens e outros benefícios a que pode ter acesso. Este caso também se aplica a cartões de crédito e crédito pessoal.