6 Vantagens de começar a fazer compras de Natal antecipadamente

|Posted by | Lifestyle, Todos os Artigos
Tags: , , , , ,
compras de natal

Novembro está quase a chegar e mal dê por isso está de novo a adiar as compras de Natal até aos últimos dias do mês de dezembro.

Se é daqueles que todos anos se arrepende de deixar as compras de Natal como a última coisa a fazer, saiba que as boas regras das Finanças Pessoais ditam que deve começar o mais cedo possível.

Por exemplo, um estudo divulgado em setembro pelo CreditCards.com confirma que um em sete adultos norte-americanos já iniciou as compras de Natal e muitos querem começar mais cedo do que no ano passado.

Também um estudo da Google divulgado em julho aponta para que exista uma tendência para o início da época de compras natalícias começar no fim de outubro.

Para que consiga organizar o seu orçamento familiar para esta altura do ano em que existe uma maior propensão a gastar, o ComparaJá.pt elaborou uma lista das vantagens de fazer já as suas compras de Natal.

1. O esforço financeiro é menor

Ao começar já a fazer as compras de Natal, está a garantir que não deixa tudo para os últimos dias. Ao realizar estas compras espaçadamente, esta despesa não terá um impacto tão grande no seu orçamento como se fizesse todas as compras de Natal no mesmo dia.

Além disso, pode igualmente começar a criar um fundo para as prendas mais caras que vai oferecer aos seus familiares. Desta forma, diminui também o seu esforço financeiro. Lembre-se também que o dinheiro que receber de subsídio de Natal não deve ser aplicado na compra dos presentes, mas antes numa poupança como um depósito a prazo ou um Plano Poupança-Reforma (PPR).

2. Tem mais tempo para pesquisar os preços

Iniciar a sua busca o mais cedo possível vai permitir que encontre o que quer oferecer a preços mais em conta para a sua carteira. Fazer uma pesquisa por sites como o Kuanto Kusta ou até o OLX, onde pode encontrar produtos quase novos a preços bastante convidativos, pode ser uma ajuda para poupar dinheiro e tempo nas suas compras de Natal.

Fazer a escolha acertada demora algum tempo e, por isso, nada como começar antecipadamente a pensar no que vai oferecer à sua família. A título de exemplo, se tem um tio fanático por automóveis pode oferecer-lhe algo relacionado com essa temática.

3. Aproveite as promoções nas compras de Natal

Entre novembro e dezembro ainda pode tirar partido de algumas promoções para poupar nos presentes. Para tal, convém estar atento. Por exemplo, no fim de novembro celebra-se a Black Friday, altura em que muitas lojas aproveitam para descer os preços entre 20% a 30%. Outras lojas online aproveitam também certos dias da semana para fazer descontos como é o caso da Cyber Monday realizada sempre numa segunda-feira.

Existem ainda algumas promoções efetuadas sem aviso prévio. Neste caso, deve mesmo prestar atenção às newsletters que recebe na sua caixa de e-mail ou aos folhetos dos supermercados.

4. Pode dedicar-se a projetos “Faça Você Mesmo”

Os projetos “Faça Você Mesmo” demoram algum tempo a concluir e, por isso, quanto mais cedo definir o que quer oferecer à sua família e amigos, mais cedo poderá iniciá-los. Conseguir arranjar tudo o que necessita nem sempre é fácil e, por isso, se pretende oferecer algumas lembranças destas pelo Natal deve começar o mais cedo possível a prepará-las. Seja um elemento decorativo ou algo que desperte o paladar, deve manter a originalidade e surpreender quem o recebe.

5. Cozinhe a ementa do dia de Natal com antecedência

Outro ponto que pode já ajudar nas suas compras de Natal é a definição da ementa. Ao saber o que vai cozinhar, pode começar já a comprar os ingredientes que necessita e tirar partido do congelador lá de casa para conservá-los.

Se na sua ceia de Natal não pode faltar o bacalhau, o peru, o borrego ou o cabrito, comece já a comparar os preços destes produtos. Mais comuns durante a altura natalícia, estes produtos podem sofrer um aumento considerável no preço com a aproximação do dia de Natal.

Outra forma de começar a poupar tempo com a ementa desta quadra é começar com alguns dias de antecedência a cozinhar logo algumas comidas, pois desta forma não passa os dias 24 e 25 de dezembro na cozinha.

6. Evite as compras por impulso e de última hora

Para que não gaste mais do que devia, é importante, acima de tudo, estar bem organizado. Estipule um limite máximo para as suas compras de Natal dentro do previsto no seu orçamento familiar. Faça uma lista dos presentes que quer oferecer e a quem, podendo até definir os dias em que os compra.

Ao evitar as compras de última hora e por impulso está a garantir que não ultrapassa o seu orçamento definido para as compras de Natal e que não vai entrar em centros comerciais com filas de cinco quilómetros apenas para estacionar o carro.

Em suma, preparar-se antecipadamente para as compras de Natal pode ser uma grande vantagem. Além de poder pensar atempadamente no que quer oferecer, pode igualmente poupar algum dinheiro. Só precisa de estar atento às promoções!