8 Passos para melhorar o orçamento mensal

|Posted by | Poupança e Investimento, Todos os Artigos
Tags: , , , , ,

Com 2016 já a passar a passos largos, está na altura de fazer uma análise aos seus gastos e rendimentos durante 2015 e melhorar o seu orçamento mensal. Para ajudar nesta avaliação, o ComparaJá.pt criou uma lista de oito passos a seguir.

Orçamentar todas as despesas não é fácil, mas é um dos passos necessários para conseguir manter as suas finanças pessoais em ordem. Apontar todas as suas despesas pode ser um processo moroso e esquecer-se de anotar os gastos mais básicos pode ter um efeito negativo no seu orçamento geral. Mas existem alguns passos que pode tomar para melhorar o seu orçamento mensal e preparar as suas finanças para o ano novo. Saiba como.

Orçamento: o que gastou?

Dividir as suas despesas por categoria pode ajudá-lo na revisão do seu orçamento. Habitação, alimentação, transportes, empréstimos e poupança são as cinco categorias mais importantes do seu orçamento e aquelas onde deve inscrever todos os seus gastos.

Ao somar todas as despesas anuais tem uma melhor noção dos valores pagos. Fazer uma revisão anual ao seu orçamento pode ajudá-lo a verificar onde gastou mais dinheiro ao longo do ano e a identificar despesas que deve baixar ou renegociar.

Requisite a participação de toda a família

A organização e otimização do orçamento familiar não deve partir de uma só pessoa, mas sim envolver toda a família. Desta forma, todos os membros ficam a conhecer o estado das finanças pessoais e a sentir-se responsáveis pela saúde financeira da família. Além disso, é também uma forma de incorporar outras despesas no seu orçamento como é o caso dos seguros de saúde, automóvel e a mesada que dá aos seus filhos.

Recorra ao truque do envelope

Se existem algumas despesas onde tem alguma dificuldade em cortar, recorra ao truque do envelope. Imagine que gasta 150 euros por mês em refeições fora de casa. Logo que receber o seu ordenado, faça um levantamento neste valor e coloque o dinheiro num envelope.

Durante esse mês, só deve pagar as suas refeições com o dinheiro do envelope e quando o dinheiro acabar não pode utilizar outra forma de pagamento uma vez que o seu orçamento para refeições fora de casa esgotou-se. Este truque, apesar de um pouco drástico, pode ajudá-lo a diminuir os gastos com esta despesa.

Estabeleça metas

Se em 2016 pretende fazer umas férias fora de Portugal ou trocar de carro deve estabelecer estas metas financeiras no seu orçamento. Opte por primeiro que tudo fazer as contas e calcular quanto dinheiro precisa de poupar por mês para atingir os seus objetivos. Se for um valor sustentável, aproveite para colocar esse valor num produto poupança todos os meses.

Se este valor não for sustentável para as suas finanças tem duas opções: aumentar o tempo da poupança ou recorrer a um crédito pessoal. No caso desta última solução, deve igualmente preparar as suas finanças para o tempo necessário para efetuar o reembolso do montante pedido.

Dê a sua opinião

Assim que orçamentar todas as suas despesas, rendimentos e poupanças faça uma aproximação de quanto vai gastar no próximo mês. Esta aproximação deve ser fácil de fazer uma vez que já calculou quanto gastou no mesmo mês do ano passado.

Se conseguir diminuir as despesas, significa que está no bom caminho. Aproveite também para considerar os cortes que pensa serem aceitáveis e aqueles que vão ser mais complicados de viabilizar.

Veja se é possível obter rendimentos extra

Uma das formas para fazer crescer os seus rendimentos é encontrar formas alternativas de ganhar dinheiro. Seja através da venda de produtos que já não precisa em sites de segunda mão, rentabilizar um ‘hobbie’ ou encontrar um segundo trabalho, conseguir obter rendimentos extra é uma maneira de conseguir ganhar algum dinheiro com o seu tempo livre.

Reveja tudo

Depois de concluída a revisão ao seu orçamento, deve rever tudo para garantir que não existiu nenhum erro nas suas contas e que as suas previsões de poupança estão corretas. É imperativo que na construção do seu orçamento preveja as despesas sazonais muitas vezes esquecidsa como é o caso do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), seguro automóvel, pagamento de IRS, entre outras.

Não se deixe consumir por um espírito demasiado frugal

Apesar de o orçamento mensal ser uma ferramenta importante para organizar as suas finanças pessoais e identificar quais os seus maiores gastos, isso não significa que não possa fazer um gasto extra de vez em quando.

Opte por escolher uma quantia que não prejudique o seu orçamento e que reverta na compra de um bilhete para um concerto, cinema ou compra de roupa. O importante é que não se deixe consumir por um orçamento demasiado frugal onde cada gasto é encarado como algo prejudicial.