Que canais de viagem existem para se inspirar nas férias?

|Posted by | Telecomunicações, Todos os Artigos
Tags: , , , , , ,

Que canais de viagem existem para se inspirar nas férias?

Conforme dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), só no ano de 2015 os portugueses realizaram 19,15 milhões de deslocações turísticas, o que representa um aumento de 7% face ao ano de 2014. Quem ama viajar sabe que esta é uma experiência única (e viciante). Como tal, nada melhor do que, antes de escolher o próximo destino, ficar com uma noção de quais são os locais mais emblemáticos e as paisagens mais idílicas do Mundo. Neste artigo apresentamos a oferta do mercado relativa a canais de viagem e programas televisivos.

Seja para os viajantes mais into the wild, para quem a Natureza é a grande paixão, ou para os cosmopolitas citadinos para quem a oferta cultural diversificada (museus, espaços lúdicos e restaurantes) das grandes cidades é, na realidade, a sua “praia”, existem canais de viagem e programas televisivos que permitem quase viajar através do ecrã e que podem mesmo ditar qual é o próximo destino a visitar.

Que canais de viagem existem em Portugal?

Para se ter uma noção da oferta do mercado deste tipo de canais e de programas e quanto se pode pagar para ter acesso aos mesmos, consultaram-se os pacotes 4P (quadruple play) das quatro grandes operadoras de telecomunicações em Portugal – MEO, NOS, Nowo e Vodafone:

Oferta de canais de viagem | Pacotes 4P (TV + Net + Voz + Telemóvel)
MEO
M4O Top
NOS
NOS 4 UMA TV
NOWO
Pacote 4P 140 canais
Vodafone
4P com box
Mensalidade 61,99€ 59,99€ 48,99€ 59,90€
Travel Channel 2,50€/mês
(pack canais Séries e Documentários)
National Geographic
Purescreens Nature
Purescreens Museum
Luxe TV
Programas de viagens
Volta ao Mundo (RTP3)
Ir é o melhor remédio (SIC Notícias)
Recantos (RTP1)

Através da tabela é possível verificar que a MEO é a operadora com a mensalidade mais elevada (61,99 euros), mas também é a que possui a oferta mais completa, uma vez que não só dá para ter o Travel Channel (que só a Vodafone disponibiliza também na oferta base) como ainda inclui dois canais exclusivos, o Purescreens Nature e o Purescreens Museum.

Para os amantes de cultura e, em específico, para os apaixonados por arte, o canal exclusivo da MEO Purescreens Museum analisa diversas obras de arte emblemáticas que podem ser vistas nos museus mais icónicos do Mundo.

Do Louvre parisiense até à National Gallery londrina, passando pela Galeria dos Ofícios no berço do Renascimento italiano, é possível trazer as memórias de Rembrandt, Van Gogh, Da Vinci (e não só) para a sala de estar.

Essencial a qualquer viajante que se preze é o Travel Channel, que abrange todos os elementos inerentes a conhecer um novo país: alojamento, gastronomia, cultura e natureza. Quem não aprecia os segredos revelados em Mysteris at the Museum e quem não se delicia com o Bizarre Foods ou com as bebidas de Booze Traveler? E existem ainda os turistas que não dispensam um bom hotel e que não perdem uma sessão de Hotel Imposssible.

A única operadora que não disponibiliza este canal é a Nowo, mas, no entanto, é a que possui a mensalidade mais acessível (48,99 euros).

Já com o pacote NOS 4 UMA TV é possível ter acesso ao Travel Channel, mas apenas subscrevendo o pack canais Séries e Documentários por mais 2,50 euros mensalmente.

Por sua vez, a Vodafone, que inclui todos os canais à exceção dos exclusivos da MEO, apresenta uma mensalidade de 59,90 euros.

Já se as preferências estiverem no National Geographic, a boa notícia é a de que todas as operadoras em análise disponibilizam este canal, para que não se percam Origens: A Jornada da Humanidade e se possa escolher o próximo destino de viagem para um regresso aos primórdios.

Ainda no que toca a destinos de férias, e para quem dá primazia ao alojamento, é impossível não mencionar o programa Destination do Luxe TV: cada episódio é dedicado a um hotel específico, desde as Caraíbas, passando por Beirute e até Macau. Das operadoras em análise, apenas a NOS não disponibiliza este canal.

Como escolher o pacote TV Net Voz certo?

Os portugueses viajam cada vez mais e, por isso, a cada ano que passa cresce o número de pessoas que visitam outros países. É natural que com este acréscimo aumente também a vontade de ver mais canais de viagem e programas que possam mesmo ajudar os consumidores a escolher as próximas paragens.

Todavia, em termos financeiros, sai menos acessível ter canais temáticos como são os canais de viagem. Consequentemente, não adianta ter um pacote com mais de 180 canais se, na realidade, só se der importância a um conjunto restrito de programas que constam de três ou quatro.

Não compensa pagar mais por um serviço que não vá ao encontro das necessidades dos consumidores e dos seus gostos e interesses exclusivos. Para os amantes do turismo e das viagens, a decisão financeira mais acertada será certamente a que lhes permite ver o maior número de programas e de canais de viagem pelo menor custo possível.

No exercício da comparação, o ideal é saber, de antemão, quais são os canais e programas preferidos para depois se perceber, dentro das operadoras que oferecem essa programação, qual é a que possui a solução mais competitiva.

Neste sentido, a melhor opção será sempre poupar, até porque o maior gasto será o bilhete de partida e o roteiro.

Nair Dos Santos

Sobre Nair Dos Santos

Especializada em Economia Internacional, a Nair iniciou o seu percurso profissional em Marketing Institucional. Alia a sua criatividade ao universo financeiro com o objetivo de ajudar os portugueses a melhorar a sua literacia financeira e contribuir para o desenvolvimento de uma economia sustentável.

Comentários