Como se preparar financeiramente para as férias dos seus filhos

|Posted by | Lifestyle, Todos os Artigos
Tags: , , , , ,
férias

 

Agora que se inicia um novo ano escolar, queremos ajudá-lo a preparar-se financeiramente para as férias dos seus filhos – que parecem intermináveis em comparação com as suas – da melhor maneira possível ao longo do ano.

Como sabe, o ano letivo tem quatro períodos de férias, sendo eles na altura do natal, carnaval, páscoa e verão, o maior de todos, como pode ver traduzido na tabela em baixo:

 Férias Natal Carnaval Páscoa Verão
De 18 de dezembro  8 de fevereiro  21 de março 2 de junho/ 12 de julho
Até 31 de dezembro 10 de fevereiro 1 de abril variável

Partindo do pressuposto que passa uma semana de férias em família no verão e no natal – tirando da equação aqueles dias aqui e ali -, apresentamos algumas dicas de como deve gerir as finanças e quais as escolhas mais criativas a fazer quando se trata de ocupar os tempos livres enquanto os mais pequenos estão de férias.

Ocupar as crianças no Inverno

Com o natal cada vez mais no horizonte, assim como o frio e a chuva que, ao contrário do verão, afasta tanto miúdos como graúdos de atividades ao ar livre, existem atividades para ocupar o tempo dos mais pequenos que juntam o útil ao agradável.

Os ateliês de línguas, como os cursos de férias Helen Doron, constituem uma alternativa lúdica e pedagógica, com centros por todo o país, onde os seus filhos podem aprender/melhorar a linga inglesa, ao mesmo tempo que se divertem. As atividades incluem teatro, música, dança, trabalhos manuais, entre outras.

Para variar e caso queira passar uma noite a dois (sem crianças), pode sempre requisitar um serviço de babysitting, disponível por várias empresas. É só pesquisar na internet e encontrará várias alternativas. O preço médio ronda os 10 euros por hora, havendo, geralmente, um mínimo de horas pré-acordado.  

Páscoa: o drama de muitos pais

O interregno entre segundo e terceiro períodos pode ser difícil de gerir com as crianças, uma vez que, normalmente, os pais não costumam ter muitas férias por esta altura. A primeira sugestão que deixamos são as férias debaixo de água, uma iniciativa promovida pelo Oceanário de Lisboa.

O programa inclui, entre outras, atividades hands-on, observação de animais, artes plásticas, drama, investigação, assim como expedições aos Jardins da água e piqueniques. Os preços são 150 euros para um pacote de cinco dias e 180 euros com entradas em exposições, atividades, materiais, almoço, lanche e seguro. Se os pais quiserem, por mais 50 euros, o programa pode ser prolongado por uma noite, ficando o seu filho a dormir com uma companhia especial… os tubarões!

Se os seus filhos estão constantemente em cantorias ou com batuques lá em casa, então uma das várias oficinas musicais de percussão, criação musical, voz e movimento e jogos musicais será uma escolha acertada. O Conservatório de Música de Sintra, por exemplo, prepara durante uma semana atividades nesta altura do ano, onde os preços variam entre os 30 euros, para alunos, e 45 euros, para participantes externos.

E finalmente… o Verão!

Quando o ano letivo escolar termina, começa a preocupação de muitos pais em como ocupar o imenso tempo livre dos filhos enquanto trabalham. Para os afortunados que têm avós ou outros familiares com tempo livre para ficar com a pequenada, a carteira agradece. Para quem não tem essa sorte, os campos de férias são uma solução a pensar.

Existem campos de férias em regime aberto e fechado. Na primeira opção, os jovens – normalmente dos 6 aos 18 anos – ficam a dormir no campo, sendo uma boa maneira de promover a sua autonomia. As atividades podem ser muito variadas, podendo ir de desportos radicais como slide, canoagem ou paintball, a culturais como música, passeios culturais, ateliês de pintura ou mesmo peddy-papers. Basicamente, não faltarão atividades para ocupar a rapaziada.

Quanto aos preços, depende sempre do tempo de estadia: para uma semana rondam os 250 / 300 euros, enquanto para duas será sensivelmente o dobro desse valor.

Por outro lado, os campos de férias em regime aberto, que ocupam a criançada durante todo o dia com idas à praia e/ou piscina e outras atividades lúdicas ou desportivas, são bem mais acessíveis aos bolsos dos pais.

Outra atividade interessante que os petizes mais curiosos iriam adorar é disponibilizada pela Science4you, que procura de forma lúdica e divertida despertar o interesse das crianças e jovens pelo mundo das ciências, tanto em Lisboa, como no Porto. São turnos diários não residenciais em que a sua única preocupação é trazer e buscar. Uma semana tem o custo de 175 euros e duas 325 euros.

Frederico Moura Martins

Sobre Frederico Moura Martins

Formado em Ciências da Comunicação e especializado em Ciência Política, o Frederico iniciou o seu percurso profissional em jornalismo e, posteriormente, em produção de conteúdos digitais. Procura aplicar a sua paixão por contar histórias na desmistificação da complexidade dos produtos e serviços financeiros para ajudar os portugueses a poupar e a tomar decisões informadas e conscientes nos diferentes âmbitos das suas Finanças Pessoais.