Dicas para umas férias em conta

|Posted by | Lifestyle, Todos os Artigos
Tags: , , , , , , ,
Férias em conta

Por esta altura, alguns já devem ter ido ou estão neste momento de férias. Porém, a grande maioria está prestes a ter os merecidos dias de descanso. Fique a saber que, seja em Portugal ou no estrangeiro, é possível fazer férias em conta e, ainda assim, aproveitá-las.

Mas agora colocam-se as grandes questões: tem orçamento limitado? Avião, comboio ou carro? Com ou sem miúdos, não sabe o que fazer? Não se preocupe, compilámos uma série de dicas para quem quer fazer férias e gastar pouco dinheiro.

1. Planear com antecedência

Se está a pensar ir de férias, planeá-las com antecedência é talvez a sugestão que trará mais benefícios à sua carteira. Em primeiro lugar, porque se decidir à pressa acaba por fazer escolhas desacertadas e por gastar mais dinheiro. Se puder planear com tempo, faça-o, compare alternativas, destinos, viagens, relação qualidade/preço e torne-o um hábito. Fazê-lo em família será divertido e conseguirá ter umas férias em conta.

Depois, se quer gastar menos dinheiro, seja com estadia ou avião, marque férias para épocas baixas – como maio ou setembro. Além de ainda estar bom tempo, os preços dos hotéis e dos voos são consideravelmente mais baixos. E para além disso, é muito mais provável que arranje lugares para pôr a toalha na praia! O único senão é que, ao marcar as férias em cima do joelho, pode sempre apanhar algumas promoções de última hora…

Cada vez mais a internet é utilizada para o ajudar, principalmente nas férias quando quer comparar preços e efetuar reservas, uma vez que reservar pela internet é mais barato e tem taxas mais baixas do que se deslocar a uma agência. Para além disso, é mais prático e cómodo.

2. Estabelecer um orçamento

Trace um montante limite que quer gastar nas férias e cinja-se a ele; tente mesmo não gastar um euro a mais. Seguir uma ótica de contenção de custos ajudá-lo-á a reduzir despesas caso tenha um orçamento curto, como deixar tudo desligado no dia da partida para poupar na conta da eletricidade, fazer as compras para as férias comedidamente ou, se costuma sair por dias, vá só uma semana. Assim, verá que tem umas férias em conta e sem muitos gastos.

3. Escolher um sítio adequado à carteira

Tradicionalmente, sair de Portugal fica mais caro. Se não tem muito dinheiro, está na altura de conhecer as maravilhas que o nosso país tem para oferecer.

Esteja também atento a promoções em sites de estadias ou viagens. Existem muitas relacionadas com o ir em família e atividades que os mais pequenos não pagam. Esteja atento e beneficie ao máximo com estas ofertas.

4. Troque de casa / peça emprestado

Pode pensar que é arriscado, mas trocar de casa tem ganho cada vez mais expressão. Pode trocar com qualquer outra pessoa do mundo, é só registar-se – existem alguns sites para esse fim, como o Troca Casa ou Home Away – e combinar os detalhes com o outro proprietário.

Por outro lado, se não for tímido, pode sempre pedir emprestada a casa que aquele primo tem no Algarve, e quem diz no Algarve diz noutro local qualquer. Só tem uma regra de ouro: deixe tudo como encontrou (ou melhor) para que se possa repetir noutra ocasião.

5. Alimentação

Tente fazer as refeições em casa, evite comer fora e faça as compras com estratégia. Como sabe, ir ao mercado faz parte da rotina das férias. Cozinhe refeições simples, como pratos leves, fáceis e rápidos de preparar, para que não passe a vida na cozinha. Prepare as marmitas durante o pequeno-almoço para levar para a praia e jante pela noite dentro com conversas e gargalhadas… E lembre-se: se quiser comer fora, quanto mais longe da praia, mais barato. Normalmente…

6. Partilhe custos

Ir de férias em grupo pode tornar-se complicado, as decisões têm que ser tomadas em grupo, há sempre alguém que amua… mas também pode ser muito mais divertido, seja com familiares ou amigos.

Para além disso, partilhar custos ajuda imenso a ter umas férias em conta, desde a casa, que sendo assim pode ser maior, com piscina e melhor localização, ao combustível e até à conta do supermercado. E, se alugar uma moradia, cabe sempre mais alguém, que até pode ficar a dormir na sala!

7. Considere acampar

Os parques de campismo, avaliados de 1 a 4 estrelas, são sempre uma forma mais económica de passar férias. E acredite que não falta variedade, tanto em Portugal como fora, seja para montar tenda, estacionar uma autocaravana ou roulotte ou alugar um bungalow. E pode escolher praia ou zonas rurais, há para todos os gostos…

8. Aproveite atividades gratuitas

Quando for de férias, aproveite para fazer tudo o que o destino lhe oferece… de borla! Ande de bicicleta, vá às aulas grátis na praia e/ou piscina, divirta-se nas sessões de karaoke do bar do hotel, use e abuse do salão de jogos… Enfim, o que não faltam são coisas para fazer. Não se esqueça de se informar nos pontos de turismos sobre outras atividades gratuitas que tornem as férias mais divertidas e ativas.

Para tornar as férias em conta ainda mais facilitadas, pague a viagem e a estadia com um cartão de crédito que traga benefícios por esses gastos ou peça um crédito pessoal que o ajude com os custos.

Agora que apresentámos algumas sugestões de como fazer umas férias em conta e divertidas, resta-nos desejar-lhe boas férias. Seja em família ou com amigos, aproveite, relaxe e descanse.

Frederico Moura Martins

Sobre Frederico Moura Martins

Formado em Ciências da Comunicação e especializado em Ciência Política, o Frederico iniciou o seu percurso profissional em jornalismo e, posteriormente, em produção de conteúdos digitais. Procura aplicar a sua paixão por contar histórias na desmistificação da complexidade dos produtos e serviços financeiros para ajudar os portugueses a poupar e a tomar decisões informadas e conscientes nos diferentes âmbitos das suas Finanças Pessoais.