Levantar dinheiro com o iPhone: será possível?

|Posted by | Lifestyle, Todos os Artigos
Tags: , , , , , ,

levantar dinheiro

Está cansado de ficar em filas de espera no Multibanco (MB) para levantar o dinheiro que precisa? Pois bem, e se lhe dissermos que a partir de agora os americanos – os primeiros a usufruir desta novidade – vão poder levantar dinheiro a partir de um iPhone?

A multinacional norte-americana Apple, para além de apostar em tecnologia de ponta, também está a começar a dar pequenos (grandes, diga-se de passagem) passos noutras áreas, como automobilismo e sistemas de pagamentos. A grande concorrente da marca Samsung veio trazer, a todos os clientes, a possibilidade de fazerem levantamentos apenas em segundos.

Mas…

Como levantar dinheiro com o iPhone?

Ter que inserir o cartão de débito ou crédito numa máquina ATM, introduzir o PIN e preocupar-se em olhar para todos os lados com receio que alguém esteja a ver as suas informações, em breve tornar-se-á uma coisa do passado.

A FIS e a Aliança Internacional de Pagamento (AIP), dois líderes no espaço de soluções ATM, já anunciaram uma parceria que trará levantamentos em dinheiro sem que seja necessária a utilização de um cartão, para 70 mil ATM em todo o território norte-americano em lojas, lojas de conveniência, postos de gasolina e muito mais.

A utilização deste novo meio de levantamento de dinheiro é bastante fácil. Em vez de utilizar o cartão físico, basta usar o iPhone e um aplicativo móvel para levantar o dinheiro. Não sabe como? É simples.

As transações são autenticadas com impressão digital de uma pessoa através do sensor de ID Touch. O levantamento só levará 10 segundos e as receitas eletrónicas são enviadas diretamente para o iPhone da pessoa depois que a transação esteja concluída.

A desconfiança é sentinela da segurança e a Apple quer os clientes seguros

De acordo com a FIS, “o aplicativo mobile banking funciona como um controlo remoto para a ATM, proporcionando privacidade inigualável e segurança para os consumidores”.

Já o Bank of America, o segundo maior banco nos Estados Unidos da América (EUA), também anunciou a todos os usuários que poderiam usar a Apple Pay para retirar dinheiro em determinados terminais ATM que sejam compatíveis com a plataforma de pagamento móvel.

Levantar dinheiro com o smartphone soa como uma maneira mais rápida e segura do que usar cartões bancários, uma vez que os roubos nas máquinas de MB são, por vezes, constantes.

No início deste ano, um vídeo em Miami Beach, Florida, tornou-se viral quando um homem fez uma instalação de uma tampa de clonagem de cartões numa loja de conveniência em segundos – tudo sem que o cliente tenha reparado.

Por cá, a PSP faz diversas vezes ações de sensibilização e pede para que as pessoas tenham cuidado quando vão ao Multibanco. É necessário ter atenção quem é que está connosco na fila e se não existe nada de anormal na caixa em que estamos a fazer o levantamento de dinheiro.

O anúncio não mencionou o suporte para todos os dispositivos Android (com sensores de impressões digitais ou não). Por agora, parece ser um iPhone só de rollout com ID Touch.

Os portugueses já podem usufruir desta novidade?

Em Portugal, ainda não existem notícias deste método de pagamento, pelo que os portugueses terão que aguardar por notícias de expansão da tecnologia por parte da gigantesca multinacional norte-americana.

Assim, fazer compras online pode apresentar-se como uma boa solução, constituindo mais vantagens do que desvantagens. O principal benefício é a comodidade de não ter de sair de casa.

De acordo com um estudo divulgado pela Associação da Economia Digital (ACEPI, “mais de 40% dos utilizadores da internet em Portugal já compram online e, em 2020, serão mais de 50%. Também os smartphones são cada vez mais usados e 42% dos utilizadores já recorrem a estes dispositivos para fazer compras online, embora o grosso das compras”, o que demonstra a adesão a estes novos sistemas de pagamento.

Cartão de crédito é o meio mais utilizado

Muito usado por quem faz compras ou reservas online (sendo normalmente requeridos o número, data de validade e código de segurança), os cartões de crédito representam o meio mais comum, sendo aceites por praticamente todas as instituições, principalmente se pertencerem às redes American Express, Visa ou Martercard.

Contudo, deve ter atenção à forma como funcionam os pagamentos com cartão de crédito, assim como à segurança e credibilidade do website onde planeia efetuar a compra.

Em Portugal, praticamente todos os cartões de crédito do mercado possibilitam ao utilizador efetuar compras na internet.

Com origem nos Estados Unidos da América (EUA) há meio século, estes pequenos pedaços de plástico continuam a ser um dos métodos de pagamento mais utilizados em todo o mundo. A diferença é que já não estão sozinhos.

Frederico Moura Martins

Sobre Frederico Moura Martins

Formado em Ciências da Comunicação e especializado em Ciência Política, o Frederico iniciou o seu percurso profissional em jornalismo e, posteriormente, em produção de conteúdos digitais. Procura aplicar a sua paixão por contar histórias na desmistificação da complexidade dos produtos e serviços financeiros para ajudar os portugueses a poupar e a tomar decisões informadas e conscientes nos diferentes âmbitos das suas Finanças Pessoais.

Comentários