As melhores formas de gerir dinheiro no verão

|Posted by | Lifestyle, Poupança e Investimento, Todos os Artigos
Tags: , , , ,

As Melhores Formas de Gerir Dinheiro no Verão

A altura do verão é, sem dúvida, a melhor altura para aprender a poupar e gerir dinheiro da melhor forma. Isto porque cada jovem tem um estilo de vida distinto, com necessidades e despesas diferentes. Os pais podem optar por não dar semanada ou mesada durante o período de férias e, se pensar bem, fazem eles senão bem! Aliás, se pensa ficar em casa durante esse período de pausa, não irá de todo fazer diferença.

O verão é, da mesma forma, altura para poder viver novos episódios e fazer coisas que não tem oportunidade para fazer quando está a estudar ou trabalhar.

Agora pergunta (e bem): se não receber a mesada habitual como hei de fazer face a tudo aquilo que pretendo fazer e gastos que posso vir a ter? Pois bem, vamos tentar ajudar com algumas sugestões de como “se precaver” para o mais inesperado!

Não gaste tudo no mesmo local

Nunca é demasiado tarde ou cedo para travar os cordões à bolsa e estabelecer prioridades a nível de gastos. A partir do momento que se vê mais enrascado(a), convém colocar algum dinheiro de parte, para ter sempre de reserva, ou se preferir pensar de outra forma, pense que é dinheiro que não existe e poderá ir sempre acumulando esse valor para uma verdadeira emergência.

Tal como já foi dito, a ausência de escola/liceu/universidade significa não receber a dita mesada, logo, para muitos, pode significar pedir dinheiro aos pais cada vez que pretende ir dar uma volta e sair. Não gaste esse dinheiro que lhe é dado em “porcarias”, tente pensar que pode fazer falta mais tarde. Faça a sua própria gestão.

Faça poupanças ao gerir dinheiro no verão

Se tem a sorte de ter sempre os pais por perto, para o ajudar e ampar sempre que necessita, recorde-se daquele velho ditado: “o dinheiro não cresce das árvores”. Se em alguma eventualidade lhe for negado dinheiro, não fique chateado(a), há uma razão para isso acontecer.

Tem de aprender a valer-se mais, a fazer mais por aquilo que ambiciona e não esperar que as coisas sejam dadas de mão beijada. Tente perceber, de acordo com o seu estilo de vida, onde gasta mais dinheiro: se consome mais determinado tipo de coisas e onde pode evitar ser tão “consumista”, sendo aí que deve fazer um esforço por cortar.

Encontre maneiras de fazer o seu próprio dinheiro

Os trabalhos de verão são bastante requisitados, tanto por parte das empresas, como dos jovens. Trata-se, portanto, de algo que à partida será sazonal e sempre se pode ganhar um bom dinheiro extra, quanto mais não seja para se manter ocupado(a) durante as férias e até com alguma sorte poupar para uma compra futura.

Existem diversos tipos de trabalho e para todos os gostos e feitios, embora por vezes o mais comum nestas alturas sejam os bares de praia, a escrita freelance ou, caso seja uma pessoa comunicativa, existem plataformas online que permitem, por exemplo, ser guia da cidade onde habita e tirar proveito disso, nomeadamente o ShowAround.

Pode definir o preço que pretende obter (por hora) e dar-se a conhecer na plataforma, quais os seus hobbies e aproveitar para “se vender, a si e à sua cidade”. Por sua vez, os turistas têm essas informações visíveis e entram em contacto consigo para combinar os detalhes. Mais tarde, será pago de forma eletrónica (PayPal ou Skrill), onde será deduzida uma comissão fixa de 18%.

É uma excelente forma de perceber que o seu esforço pode ser valorizado e recompensado, para além de que o gozo do usufruto é bastante maior e ainda o fará crescer, pois lutou por algo que queria, tornando-se mais maduro e independente.

Novas formas de sair

Existe uma série de programas que pode organizar juntamente com amigos sem que tenham necessariamente de envolver gastar dinheiro ou pelo menos não tanto quanto se fosse jantar e ao cinema!

Pode combinar praticar desportos ao ar livre, uma sessão de cinema em casa uns dos outros, ouvir música ao ar livre (durante o verão a cultura é o que não falta e de forma totalmente gratuita), entre outros. Apenas tem de pensar aquilo que gosta de fazer e pensar como pode evitar gastar muito dinheiro.

Pense que este tempo de pausa da sua rotina serve para descontrair e estar com as pessoas de quem gosta, sem a azáfama do dia-a-dia habitual. E ao mesmo tempo vai permitir organizar toda a sua mesada e inclusive o dinheiro que angariou proveniente do seu trabalho e esforço, só por aí, já aprendeu uma grande lição!

Adriana Inácio

Sobre Adriana Inácio

Formada em Gestão Hoteleira e especializada em Marketing Digital, a Adriana iniciou a sua carreira em hotelaria e, posteriormente, em marketing e publicidade. Explorando a temática das Finanças Pessoais associadas à Cultura e Lifestyle, das promoções aos cupões, passando pelas dicas de poupança mais criativas, a Adriana está sempre à procura de novas formas de ajudar os portugueses a otimizar a sua gestão financeira.

Comentários