Menu
Ligue
Ligue 211 165 765 Seg - Sex: 10h às 19h

Sucesso - terminou sessão

Enviaremos um email com as instruções para poder alterar a sua palavra-passe

Credito pessoal

Como utilizar crédito pessoal da melhor forma?

Por Frederico Moura Martins em October 27, 2017 | Tempo de leitura: 5 minutos

como utilizar crédito pessoal

As soluções de financiamento a crédito são as mais acessíveis para as diferentes etapas estruturais da vida (disso são exemplos os créditos à habitação e pessoal). Existem, assim, vários usos para os diferentes tipos de empréstimos pessoais, mas será que os aproveita como devia? Saiba como utilizar crédito pessoal da melhor forma através deste artigo.

Remodelação ou decoração da casa

Existem créditos orientados para fazer obras ou decoração em casa, mas é preciso ter em consideração de que, muito provavelmente, estes produtos especializados poderão ter taxas de juro mais elevadas do que um crédito pessoal.

Especificamente para estes casos, os créditos para fazer obras em casa poderão também necessitar que o cliente submeta mais documentação: planos de remodelação, recibos oficiais, entre outros, antes de o dinheiro ser concedido. Desta forma, torna-se muito importante saber como utilizar crédito pessoal.
Leia mais: O melhor crédito pessoal para renovar a casa
Por outro lado, ao obter um empréstimo pessoal e, posteriormente, utilizá-lo para ter uma cozinha nova, por exemplo (e/ou até mesmo para projetos de energia renovável), conseguirá uma TAEG mais flexível e, ao mesmo tempo, não terá problemas na sua solicitação.

Casamentos, batizados e outros eventos familiares

Os casamentos, por exemplo, envolvem algumas despesas significativas, desde o fotógrafo ao serviço de catering a contratar. Nesse sentido, um crédito pessoal pode fazer muito por si no que toca a aliviar este encargo financeiro.

Tenha em mente, no entanto, a importância de escolher um empréstimo com os melhores termos, de acordo com as suas necessidades:

Crédito pessoal para ir de férias

Descanso é sinónimo de férias e, apesar das inúmeras promoções nos sites de viagens, a verdade é que os gastos não se limitam à passagem aérea e ao alojamento. Por isso, e para que garanta a merecida tranquilidade nas suas férias, um crédito pessoal rápido pode ser um ótimo aliado, pois consegue encontrar opções flexíveis, cómodas e com um processo simples de adesão.

Como utilizar crédito pessoal para começar um negócio

Se quer soltar o empreendedor que há em si, existem vários tipos de financiamento passíveis de obter, seja com investidores privados, amigos e/ou familiares, seja através dos chamados subsídios ao investimento (sendo estes geralmente concedidos pelo Governo e/ou até relacionados com ativos), entre outras formas.

Os microcréditos também podem ser uma boa opção, pois permitem ter apoios na criação de emprego, taxas de juro controladas e obter acompanhamento ao longo do desenvolvimento do negócio.

Por outro lado, um empréstimo pessoal pode ajudá-lo a obter o capital de arranque para começar o negócio mas, para tal, precisa de se encaixar nos critérios, geralmente mais exigentes, para o contrair (aqui é realmente importante saber como utilizar crédito pessoal). Os empréstimos pessoais são créditos sem garantia, pelo que não terá de colocar o negócio como garantia: uma preocupação a menos na sua longa caminhada.

Refinanciamento e consolidação de dívida

Quando contrai crédito pessoal para refinanciar ou consolidar uma dívida, seja de algum cartão de crédito ou de outro tipo, deve ter em conta que apenas está a movimentar o montante que possui para uma conta diferente. Esteja atento ao mercado e considere apenas refinanciar desta forma quando for para reduzir a taxa anual da dívida do seu cartão de crédito, crédito à habitação, empréstimo automóvel ou outro. Só desta forma é que o montante total a pagar será consideravelmente mais reduzido.

Pondere ainda se não compensará contrair um crédito consolidado para abater na prestação mensal de todos os seus empréstimos. Será mais fácil concentrar-se num pagamento do que gerir vários em simultâneo.
Saiba mais: O que deve saber sobre crédito consolidado
Em suma, recomendamos que o montante a pedir emprestado seja apenas o necessário para atingir o seu objetivo específico. Ou seja, peça dinheiro emprestado se realmente precisar e evite pedir em demasia para não pagar taxas a mais.

Após ter bem assente qual o valor a solicitar e a sua finalidade, aconselhamos a procurar a melhor oferta no mercado. Cada instituição de crédito ou banco terá os seus critérios de decisão na atribuição de financiamento. Quanto mais pesquisar, simular e comparar, mais facilmente irá encontrar uma opção com TAEG reduzida, rentabilizando e tirando o máximo proveito do seu empréstimo.

Por fim, tenha também atenção aos custos burocráticos que advêm do crédito (tais como, por exemplo, as comissões de abertura, pois se o empréstimo for de um montante reduzido, estes valores podem ter um efeito preponderante na taxa de juro final a pagar).

Por fim, importa negociar as penalizações caso queira pagar todo o empréstimo antes de este chegar ao fim, isto é, em caso de amortização antecipada do crédito.

Encontre o Crédito Pessoal para os seus projetos

Poupe 5.500€ em juros e comissões ao encontrar o crédito pessoal certo para si.