Menu
Ligue
Ligue 211 165 765 Seg - Sex: 10h às 19h

Credito pessoal

Quais são os seguros associados ao crédito pessoal?

Por ComparaJá.pt em October 27, 2017 | Tempo de leitura: 5 minutos

Seguros associados ao crédito pessoal
Sabe a importância dos seguros associados ao crédito pessoal? Estes seguros podem ser exigidos pelas instituições financeiras e de crédito na altura em que pretende efetuar um crédito pessoal, sendo o mais comum o seguro de vida.

Existem ainda instituições financeiras e de crédito que podem ainda exigir um seguro com cobertura em caso de desemprego ou doença. O prémio do seguro exigido por estas instituições já deve estar incluído no cálculo da Taxa Anual Efetiva Global (TAEG) de forma a que os consumidores estejam logo à partida informados sobre o custo total do crédito (chamado MTIC).

De acordo ainda com o portal nacional de formação financeira Todos Contam, o consumidor pode optar por outra seguradora do que a proposta pela instituição. No entanto, o seguro contratado deve incluir todas as coberturas exigidas. Fique então a conhecer os seguros associados a crédito pessoal.

1. Seguros associados ao crédito pessoal: vida

O seguro de vida é o que mais vezes está associado aos pedidos de crédito e permite assegurar o pagamento do crédito no caso de morte ou invalidez. É normalmente exigido para pedidos de crédito habitação, mas pode ser igualmente pedido para crédito pessoal. Pode ser subscrito entre os 18 e os 74 anos, sendo que o valor do capital seguro varia em função do montante do crédito.
Saiba mais: Os 3 melhores cartões de crédito com seguro
Mas esteja atento às exclusões. No caso de morte ou acidente por suicídio, consumo de álcool ou estupefacientes, participação em atos criminosos, acidente em competições desportivas de velocidade, acidente de aviação não comercial, terrorismo, guerra ou catástrofes naturais pode não existir pagamento da prestação do crédito pessoal.

2. Seguro com cobertura em caso de desemprego

O seguro com cobertura em caso de desemprego foi uma consequência do aumento do desemprego nos últimos anos. Para se protegerem, as instituições de crédito começaram a exigir um seguro que cobrisse o desemprego involuntário.

Segundo a DECO, um seguro que cubra a hipótese de desemprego, hospitalização ou baixa médica para um crédito pessoal de 10 mil euros a cinco anos pode ter um custo entre os 400 euros e os mil euros.

Quando se verifica uma situação de desemprego involuntário superior a 30 dias e estando o segurado inscrito no Centro de Emprego, este seguro pode ser acionado. Contudo, o seguro com esta cobertura apenas pode ser subscrito por trabalhadores por conta de outrem deixando de parte os trabalhadores independentes.

3. Seguro com cobertura em caso de doença

Já o seguro com cobertura em caso de doença, é considerado normalmente uma cobertura adicional ao seguro de vida. Ainda assim existem cláusulas a que deve prestar atenção. No caso de incapacidade absoluta temporária para o trabalho, por exemplo, a cobertura só pode ser ativada se a incapacidade for superior a 30 dias, de acordo com o Jornal Económico.

Em alguns seguros associados ao crédito pessoal, esta cobertura só pode ser mesmo ativa ao fim de 60 dias de incapacidade. E existem doenças excluídas por algumas seguradoras como é o caso de dores de costas, depressão, doenças neurológicas, problemas do foro psicológico e acidentes que resultam de greves ou catástrofes naturais.

Também aqui o consumo de álcool e estupefacientes pode pôr em causa o pagamento da prestação de crédito.

Uma das questões que pode debater é se vale a pena contratar os seguros associados ao crédito pessoal, tendo em conta as suas coberturas e exclusões. Alguns prémios de seguros representam cerca de 16% dos custos com o crédito pessoal, tendo por isso um preço exagerado.

O período de carência pode também atingir os seis meses em alguns casos e tendo em conta a apólice pouco clara, a proteção acaba por ser insignificante. No entanto, não contratar um seguro para um crédito pode levar a que o banco não aprove a sua solicitação ou que altere as condições de crédito.

Lembre-se que pode sempre alterar a seguradora sugerida pela instituição de crédito para uma que se adeque à sua situação.

Encontre o Crédito Pessoal para os seus projetos

Poupe 5.500€ em juros e comissões ao encontrar o crédito pessoal certo para si.