Cartão de crédito grátis? Veja os melhores sem anuidade

|Posted by | Cartão de Crédito, Todos os Artigos
Tags: , , , ,

Cartão de crédito grátis? Veja os melhores sem anuidade

Dizem que não há almoços grátis, mas passar-se-á o mesmo com um cartão de crédito grátis? Na verdade, totalmente grátis nunca o são, mas há alguns que, de facto, não exigem anuidade. Ou seja, na maioria dos cartões de crédito tem de pagar um determinado montante por ano só para o ter. Nestes não.

Neste artigo compilamos todos os cartões do mercado que não exigem este tipo de pagamentos obrigatórios. Mas analisamos também outras facetas destes cartões de crédito: que vantagens oferecem?

Importa referir que, para a análise efetuada, não foram tidos em conta cartões de fidelização e cartões co-branded – tais como o cartão Fnac ou o cartão Universo, bem como vários outros da Cetelem (o Caetano Retail, Conforama, IKEA ou Euronics, ou Wizink CEPSA, ou ainda o cartão Credivisão da Unicre), entre outros.

Afinal qual é o melhor cartão de crédito grátis?

Fazendo uma análise a todo o mercado de cartões de crédito sem anuidade ou sem qualquer outro custo de não utilização (como o de se pagar anuidade se não se fizerem determinados gastos), destacam-se os das seguinte tabela:

Cartões de Crédito Grátis
Instituição Cartão Taxas e custos aplicados a operações
(exemplos p/ operação de 100€)
TAN (%) TAEG (%)
Pagamentos no estrangeiro
(fora UE)
Cash advance Crédito em linha Taxa gasolineira
ActivoBank Classic 3% 8€ 0€ 0,50€ 14,9% 15%
WiZink Rewards 1% 7,74€ 6,99€ 0€ 16% 16,1%
Flex
Cofidis Cartão de Crédito Cofidis 3% 6,50€ 7€ 0€ 16,1% 16,1%
EuroBic Soft 1,7% + 1% 6,75€ 0€ 0,50€ 16,1% 16,1%
Banco BiG Visa BiG 1,7% + 1% 6,85€ 6,85€ 0,50€ 16% 16,1%
BPI BPI Zoom 1,7% + 1% 7,50€ 0€ 0,50€ 13,2% 16,1%
Banco CTT Cartão de Crédito CTT 2,70% 6,85€ 5€ 0,50€ 13,2% 16,1%
Bankinter Classic BK 1% 6,98€ 3€ 0€ 16% 16,1%
Crédito Agrícola CA & Companhia 1% + 1,7% 6,75€ 9,50€ 0,50€ 16% 16,1%
CA Seguros
Cetelem Black 2,70% 6,85€ 5€ 0,50€ 13,2% 16,1%
Millennium bcp GO! 3% 8€ 5,75€ 0,50€ 16% 16,1%
CA Seguros
Unibanco Blue American Express 1,7% + 1% 6,85€ 6,85€ 0,50€ 16% 16,1%

Contudo, apesar de não terem anuidade, há sempre o outro lado da moeda no que toca a este tipo de cartão de crédito grátis (ou sem anuidade). Normalmente, as suas TAEG são superiores às da média do mercado (que ronda os 15%).

No entanto, para o cliente existem formas de contornar este problema. Como? Basta ao utilizador fazer o pagamento da totalidade da dívida, num prazo entre 20 a 50 dias e, dessa forma, não pagará quaisquer juros.

E que benefícios oferecem?

No sentido em que falamos de cartões sem anuidade, nem todos têm vantagens extra. Mas alguns têm, de facto, alguns benefícios como milhas aéreas, cashback, descontos ou pontos.

Por exemplo, no que diz respeito a cashback, há dois que oferecem esta vantagem: o cartão Cofidis e o Cetelem Black. O cartão da Cetelem é o que oferece as condições mais apelativas, uma vez que tem 3% em cashback, com um limite de 100 euros por ano. No entanto, no cartão da Cofidis, se optar por pagar uma comissão fixa de 1 euro por mês, pode aceder a um cashback na ordem dos 2%.

Já para quem viaja com frequência, dentro do tipo de cartão de crédito grátis o Wizink Rewards é o único que lhe permite trocar pontos por milhas. Recebe um ponto por cada euro que gastar, sendo que de Portugal Continental até a um destino europeu o cliente deverá acumular 13 mil pontos se for em classe económica.

Já na oferta de pontos, existem três cartões que possuem este benefício: ActivoBank Classic com 4 pontos por euro gasto e o Wizink Rewards e o Unibanco Classic ambos com 1 ponto por cada euro que se gastar.

Já no campo dos descontos, dos 14 cartões analisados, há nove que têm este tipo de vantagens. E os que têm um número alargado de parceiros são o Unibanco, o Wizink, o Millennium bcp e o Banco BiG.

Henrique Figueiredo

Sobre Henrique Figueiredo

Formado em Ciências da Comunicação e especializado em Ciência Política, o Henrique iniciou a sua carreira em jornalismo, tendo depois estado envolvido em diferentes projetos nas áreas de Comunicação e e-Commerce. Acredita que na poupança está o ganho e, nesse sentido, quer apoiar os portugueses na rentabilização das suas decisões financeiras.

Comentários