ETF: dos melhores presentes de Natal que um avô pode dar?

|Posted by | Produtos Bancários, Todos os Artigos
Tags: , , , ,

EFT: dos Melhores Presentes de Natal que um Avô Pode DarCostuma dizer-se que a melhor maneira de ganhar é poupar. E é verdade, mas economizar de forma inteligente, recorrendo ao investimento, é o que faz com que este ditado popular realmente se concretize. E não é necessário ser um génio das finanças para fazer magia. É só preciso ter um avô que saiba escolher os melhores presentes de Natal para o neto. Com efeito, mostrámos aos consumidores portugueses uma das melhores formas de rentabilizar as poupanças a longo prazo.

O Diogo tem dois avôs, o paterno e o materno, que em nada são iguais: cada um tem possibilidades financeiras muito diferenciadas. Enquanto o avô materno tem um rendimento disponível relativamente avultado, o paterno tem de “apertar o cinto” para conseguir dar ao neto uma prenda, tanto no aniversário, em agosto, como no Natal.

Geralmente, do avô materno o Diogo ganha prendas muito generosas: já recebeu uma bicicleta, uma viagem à Disneyland Paris, uma mota quando fez 20 anos, para além de uma PlayStation e tantos outros presentes (que muito lhe agradaram) ao longo dos anos.

Já do avô paterno não costumava receber grandes oferendas até ao seu 25º aniversário, o dia em que percebeu que, na realidade, tinha dinheiro suficiente para comprar um carro a pronto ou dar entrada para uma casa. Como?

No dia em que o Diogo nasceu, o avô paterno resolveu abrir um ETF (Exchange-Traded Fund) com o objetivo de constituir uma poupança para o neto. Um ETF é um fundo de investimento que replica a evolução de um dado índice e que é transacionado no mercado como se de ações se tratasse, sendo fácil de negociar e, ao mesmo, tempo, diversificado. Oscila ao sabor da oferta e da procura, podendo ser comprado ou vendido a qualquer momento.

Como se trata de um título de baixo custo com bom desempenho no longo prazo, ao aconselhar-se devidamente o avô paterno decidiu que seria o melhor presente que alguma vez poderia dar ao seu querido neto. Abdicou de ver a alegria do Diogo a desembrulhar todos os presentes de Natal fantásticos que qualquer criança e adolescente adoraria para lhe proporcionar aquilo que ele mais tarde iria, de certeza, precisar – o custo de oportunidade justificava a decisão.

ETF: dos melhores presentes de Natal em termos de rendimento

A render 8% ao ano, com um depósito inicial de 300 euros (150 euros no aniversário e outros 150 euros no Natal), e assumindo uma inflação constante de 1% ao ano, ao fim de 25 anos o Diogo tinha uma poupança de 23.854 euros:

ETF
Anos Dinheiro depositado Poupança
1 300€ 300€
2 303€ 627€
3 306€ 983€
4 309€ 1.371€
5 312€ 1.793€
6 315€ 2.252€
7 318€ 2.750€
8 322€ 3.292€
9 325€ 3.880€
10 328€ 4.518€
11 331€ 5.211€
12 335€ 5.963€
13 338€ 6.778€
14 341€ 7.662€
15 345€ 8.619€
16 348€ 9.657€
17 352€ 10.782€
18 355€ 11.999€
19 359€ 13.318€
20 362€ 14.746€
21 366€ 16.292€
22 370€ 17.965€
23 373€ 19.776€
24 377€ 21.735€
25 381€ 23.854€

Portanto, ao longo dos anos, o Diogo deleitou-se com os presentes de Natal do avô materno, quando, na realidade, foi precisamente o avô que tinha menos que o ajudou a alcançar o maior compromisso financeiro da sua vida: comprar casa.

Moral da história: não é uma questão de “quem tem menos dá mais”, mas sim de saber aproveitar as oportunidades de investimento para rentabilizar o dinheiro que se tem.

Nair Dos Santos

Sobre Nair Dos Santos

Especializada em Economia Internacional, a Nair iniciou o seu percurso profissional em Marketing Institucional. Alia a sua criatividade ao universo financeiro com o objetivo de ajudar os portugueses a melhorar a sua literacia financeira e contribuir para o desenvolvimento de uma economia sustentável.

Comentários