O que é o período de carência de um empréstimo?

|Posted by | Crédito à Habitação, Todos os Artigos
Tags: , , , ,

O que é o Período de Carência de um Empréstimo?Quando contrata uma solução financeira, seja ela um crédito pessoal, automóvel, habitação, cartão de crédito ou mesmo um qualquer tipo de seguro, é comum ouvir falar de período de carência, principalmente quando vai ler o contrato ou os termos e condições gerais. Mas o que significa ao certo este termo?

Período de carência: o que é e porquê utilizar?

O período de carência de um empréstimo é, nada mais, nada menos, do que o período entre o início de um crédito e o início da amortização do capital do empréstimo durante o qual o mutuário não amortiza capital do empréstimo, pagando somente juros relativos ao valor em dívida, ficando a prestação a pagar nesse prazo mais reduzida.

Entretanto, durante esse período, o devedor paga apenas juros sobre o montante emprestado, com o capital a manter-se constante.

Esta modalidade de reembolso de empréstimos, na qual o cliente só paga os juros, tem sido bastante requisitada, uma vez que o consumidor fica a pagar prestações mais baixas. No entanto, ao cessar o período de carência, a prestação a pagar será mais elevada, pois passará a incluir então a vertente da amortização de capital e o mutuário pode não estar preparado para essa subida.

O período de carência no crédito à habitação

Como já referimos em cima, através desta característica do produto financeiro, consegue minimizar temporariamente os encargos com o empréstimo. Para além disso, o período de carência pode ter utilidade em situações específicas, como por exemplo quando o devedor compra uma nova casa e ainda mantém a anterior para venda.

Nestes casos, o período de carência pode constituir uma alternativa disponível ao reembolso antecipado num crédito à habitação, permitindo jogar com o tempo e com as quantias disponíveis. Basicamente, uma pessoa pode contrair outro crédito à habitação para mudar de casa, pedi-lo com período de carência para vender a casa atual e fazer o reembolso do crédito da casa antiga.

Se está à procura de um empréstimo em Portugal, simule e compare os créditos com as caraterísticas ideais para si:

Instituição financeira Comissão de dossier Comissão de avaliação Período de carência Spread
Caixa Geral de Depósitos 296,4€ 230€ Inclui 1,75% – 4,25%
Crédito Agrícola 239,2€ 202,8€ n/a 1,75% – 3,00%
Santander 291,2€ 282,9€ Inclui 1,50% – 4,20%
Bankinter 270,4€ 220€ Inclui 1,25% – 4,20%
UCI 208€ – 1560€ 0€ – 223,6€ Inclui 1,75% – 5,00%
Banco Popular 208€ 208€ Inclui 1,75% – 3,50%
Montepio 291,2€ 210€ Inclui 1,55% – 4,00%

Carência de capital total e parcial

Determinados tipos de empréstimo podem ainda incluir um período de carência total, nos quais, tal o nome indica, existe carência de capital e juros. Nestas situações, não há pagamento de prestação durante o período de tempo acordado, pelo que nem os juros são liquidados.

Assim, uma vez terminado o período de carência total, os juros não pagos durante esse tempo são incorporados no capital em dívida e, em consequência, serão gerados juros maiores (uma vez que vão incidir juros sobre o montante correspondente à soma do capital com os juros vencidos).

Frederico Moura Martins

Sobre Frederico Moura Martins

Formado em Ciências da Comunicação e especializado em Ciência Política, o Frederico iniciou o seu percurso profissional em jornalismo e, posteriormente, em produção de conteúdos digitais. Procura aplicar a sua paixão por contar histórias na desmistificação da complexidade dos produtos e serviços financeiros para ajudar os portugueses a poupar e a tomar decisões informadas e conscientes nos diferentes âmbitos das suas Finanças Pessoais.

Comentários