Como poupar no Regresso às Aulas

|Posted by | Lifestyle, Todos os Artigos
Tags: , , , , , ,
Com o regresso às aulas começa a excitação por mais um ano mas a preocupação dos pais em poupar neste novo ano letivo mantém-se.

Com o regresso às aulas cada vez mais perto, começa, por um lado, a excitação dos mais novos pelo primeiro dia de aulas e por mais um ano junto dos amigos e, por outro, a preocupação por parte dos pais por terem listas cada vez mais infindáveis de material escolar encomendadas pelos professores.

Dos cadernos às canetas, borrachas aos lápis de cor, até aos esquadros e manuais escolares, tudo é preciso… E, para ajudar, todos sabemos que as crianças podem ser muito esquisitas: eles porque querem a nova mochila do Homem Aranha, elas porque têm de ter cadernos enormes de marca com capa dura… enfim, tudo ajuda à festa e quem paga é, claro, a sua carteira.

Neste artigo pode encontrar algumas ideias para poupar no regresso às aulas dos seus filhos:

1. Faça uma lista do que precisa

Concentre-se apenas nos artigos listados e que sabe que vão ser utilizados e tente não desviar atenções para outras compras. Como é sabido, muitas pessoas, quando vão ao supermercado, acabam por comprar produtos que não precisam, o que afeta bastante a carteira.

2. Compre tudo de uma só vez

Ao comprar tudo no mesmo sítio e na mesma altura, está logo à partida a poupar tempo e combustível, pois não tem de repetir a dose. Qualquer que seja o local escolhido para fazer as compras de material escolar para os seus filhos, esteja atento a potenciais descontos e promoções.

3. Reutilize

Faça um inventário de todo o material que tem em casa dos anos anteriores e que pode ser reutilizado este ano, desde lápis, canetas, borrachas, afias… Tudo o que puder ser reaproveitado, melhor.

Quanto aos manuais escolares, se tiver mais do que um filho e os livros do mais velho ainda estiverem em vigor e possam ser utilizados pelo mais novo, ótimo! Se não, procure por amigos ou familiares com filhos e pergunte se tem os livros que precisa. De certeza que arranja alguma coisa e poupa imenso dinheiro já que, como sabe, os manuais escolares estão cada vez mais caros.

4. Peça fatura com n.º de contribuinte

Não se esqueça que, atualmente, se quiser deduzir no IRS os gastos relativos aos gastos com educação, tem de pedir fatura com o seu NIF. Propinas e manuais escolares entram nas despesas de educação, que representam 30% dos gastos. Por outro lado, os custos associados ao material escolar só podem ser deduzidos na categoria das despesas gerais familiares, que representam 35% dos gastos, como supermercado, vestuário, combustível, água, luz, gás, entre outras…

5. Leve consigo a pequenada

A altura do regresso às aulas é uma boa oportunidade para ensinar valores básicos de finanças aos mais pequenos. Ensine-lhes a importância de fazer um orçamento e de poupar para se conseguir atingir objetivos, assim como compromissos.

Depois, quando forem às compras, deixe-os participar nas decisões de modo a sentirem que fazem parte do processo de escolha, ao mesmo tempo que percebe se entenderam o que lhes ensinou. Verá que facilmente uma atividade aborrecida se torna num serão familiar divertido!

6. Tenha timing

Como sabe, o pessoal vai todo a correr comprar o material escolar no final de agosto/início de setembro. Tente fazer as compras após este pico. Isto porque há mais probabilidades de encontrar produtos em promoção.

Assim, os seus filhos até podem ver o que está na moda na escola e o que usa o “pessoal fixe” antes de comprar as coisas!

7. Poupar com filhos na universidade

Se pertence à classe dos pais cujos filhos estão ou vão entrar este ano para a faculdade, bem… boa sorte! Isto porque os anos em que o seu filho está na universidade são sem dúvida os mais dispendiosos, sem ser preciso enunciar todas as despesas… Pode sempre dar-lhe uma mesada e ele que a gira da maneira que achar melhor. Neste artigo damos algumas dicas sobre como um estudante universitário deve gerir a mesada.

Porém, se ainda faltam alguns anos para que o seu filho comece a tirar o curso, pode sempre ir poupando até esse momento.

8. Comprar em grupo compensa!

O lado negativo fazer compras em massa é que vem tudo a multiplicar: 2 borrachas, 4 lápis, 2 afias e por aí fora. Se costuma comprar desta forma e conhece outras famílias em situações idênticas, compensa fazerem as compras em conjunto. Deste modo, pode comprar em pacotes e posteriormente dividir entre 3  a 5 famílias.

9. Comprar em segunda mão

Comprar produtos em segunda mão, principalmente manuais escolares, compensa e muitas vezes nem se nota que estão usados. Pesquise na internet em sites como o OLX e veja que pode fazer bons negócios que o ajudam a poupar algum dinheiro, tal como se comparar preços de produtos em plataformas online como a Kuanto Kusta.

Aceda à nossa plataforma de comparação e descubra mais formas de poupar dinheiro com produtos financeiros, como cartões de crédito e crédito pessoal. Visite o nosso blog para mais dicas e artigos de finanças pessoais. E já agora – não se esqueça de seguir a nossa página do facebook! 😀