Conheça os melhores programas de milhas para viajar gratuitamente

|Posted by | Cartão de Crédito, Todos os Artigos
Tags: , , ,

programas de milhas

Os programas de milhas aéreas associados aos cartões de crédito são cada vez mais uma tendência à qual os portugueses se vão rendendo e, aproximando-se a primavera, já se começam a planear as férias de verão. Descubra, neste artigo, como conseguir viagens gratuitas através destes programas oferecidos pelas instituições bancárias para atrair quem gosta de viajar.

Para a Ana, uma jovem gestora de Marketing, com 32 anos de idade, viajar é um dos maiores prazeres da vida. Mas este é um prazer que pode sair caro. Como tal, a Ana anda à procura do melhor cartão de crédito que sirva não apenas para marcar as suas viagens, mas para lhe aliviar esse peso na carteira, permitindo acumular milhas aéreas.

Quais os benefícios de um cartão com milhas?

Para que se possa tirar o máximo proveito possível de um cartão de crédito é necessário que o mesmo seja direcionado para as necessidades de cada consumidor específico. Uma pessoa que faz muitas compras regularmente deve verificar se o seu cartão possui um sistema de pontos ou descontos que o recompense pela utilização ou até cashback, para receber de volta uma parte do que gastou.

Da mesma forma, uma pessoa que viaja muito deve privilegiar um cartão com milhas aéreas que lhe permitirá ter viagens por um preço inferior ou até, em certos casos, sem nenhum custo. Estes cartões funcionam assim numa ótica de atribuição de uma ou mais milhas por cada um ou mais euros gastos.

Todavia, consoante o cartão que o consumidor escolher, os benefícios podem ultrapassar a acumulação de milhas: ter acesso às zonas lounge dos aeroportos e um check-in e embarque mais rápidos são exemplos de vantagens que podem vir associadas.

O que oferece o mercado?

Existem cinco instituições financeiras em Portugal que oferecem cartões de crédito com o benefício das milhas aéreas: Santander, Millennium bcp, Caixa Geral de Depósitos, Wizink e UNICRE (co-branded). Cada uma destas entidades tem associado um programa de milhas aéreas que está integrado nos diversos cartões e as características de cada um encontram-se discriminadas na tabela abaixo.

Em termos gerais, a lógica associada a cada um destes cartões assenta num número de milhas específico (que vai de 1 a 2) por cada um euro que é gasto. Exemplificando: se se optar por um dos cartões que oferecem o maior número de milhas – como é o caso do Platinum do Santander ou do TAP Platinum do Millennium bcp, com duas milhas por cada euro -, ao fazer uma compra de 300 euros acumulam-se 600 milhas.

No entanto, há que ter em atenção que o período durante o qual estas milhas acumuladas ficam disponíveis é limitado: podem caducar ao fim de 36 meses (Santander, Millennium bcp e UNICRE) ou 60 meses (WiZink). Porém, uma das soluções do mercado oferece uma validade ilimitada mediante a verificação de certas condições: é o caso da Caixa Geral de Depósitos, que pode ser a ideal para quem não viaja tão frequentemente, mas que, quando o faz, realiza voos de longo curso, que são mais dispendiosos e que, por conseguinte, requerem um maior número de milhas acumulado.

UNICRECartão Halcon1Não temNão temNão tem36Programa de Milhas VOYAGER

Cartões de crédito – Programas de Milhas Aéreas
Oferta de milhas de adesão e adicionais
Banco Produto Milhas por
€ gasto
Oferta de adesão Milhas adicionais Validade das milhas(meses) Programa
Santander Platinum 2 Não tem Não tem 36 Santander (Programa de Milhas)
Premium Travel 1,5 Não tem Não tem
SATA Blue 1 2.500 Não tem SATA Imagine
SATA Gold 5.000 Oferta de 150 milhas por cada 1.000 acumuladas
Millenium BCP TAP Classic 1 1.000 + 500 por um segundo titular 1.000 por ano + 1.000 por 5.000€ em compras 36 Programa
TAP Miles&Go
TAP Gold 1,25 4.000 + 2.500 por um segundo titular 2.000 por ano + 1.000 por 5.000€ em compras
TAP Platinum 2 8.000 + 5.000 por um segundo titular 4.000 por ano + 1.000 por 5.000€ em compras
Caixa Geral de Depósitos Miles & More Classic 1* 3.000 100 por compras de 500€ ou superiores 36** Miles & More(Lufthansa)
Miles & More Gold
WiZink WiZink Rewards 1 Não tem 500 pontos*** por cada 5.000€ em compras semestrais 60 WiZink Rewards(Programa de Pontos)
TAP FLY + 1 1.000 + 1.000 pela primeira compra Não tem Programa
TAP Miles&Go
  • * 5 milhas por cada múltiplo de 5€ em compras
  • ** A validade das milhas torna-se ilimitada desde que o consumidor tenha aderido ao cartão há pelo menos 3 meses e efetue, mensalmente, pelo menos uma operação geradora de milhas (compra) com o cartão.
  • *** Pontos convertíveis em milhas aéreas.

Desta forma, no exercício de comparação por parte do consumidor, este não deve olhar simplesmente para o número de milhas que se acumulam, mas igualmente para o período de validade, isto porque, por exemplo, no caso dos cartões TAP Gold e TAP Platinum, estes oferecem, respetivamente, 1,25 e 2 milhas por euro gasto, mas o cliente dispõe de três anos para dar uso às milhas acumuladas.

Ademais, para além da acumulação das milhas com as compras que se vão pagando com o cartão, ainda existe a possibilidade de o consumidor beneficiar com três tipos de vantagens adicionais.

Em primeiro lugar, existem as chamadas milhas de permanência, que premeiam o cliente por estar “fidelizado” à instituição financeira e pela sua “antiguidade” como utilizador do cartão, sendo o caso das soluções TAP Classic (mil milhas por cada ano de permanência), TAP Gold (2 mil milhas por cada ano) e TAP Platinum (4 mil milhas por cada ano).

Em segundo lugar, cabe salientar as milhas recebidas por atingir determinados objetivos de compras: o Miles & More Classic e o Miles & More Gold, ambos da CGD, oferecem 100 milhas por cada compra igual ou superior a 500 euros; já os cartões TAP Classic, TAP Gold e TAP Platinum do Millennium bcp concedem mil milhas por cada 5 mil euros em compras; por sua vez, o cartão TAP Fly+ oferece mil milhas pela primeira compra sem um valor mínimo obrigatório.

O cartão SATA Gold do Santander também não se fica atrás neste benefício adicional, oferecendo 150 milhas por cada mil milhas acumuladas. Por seu turno, o WiZink Rewards oferece 500 milhas por cada 5 mil euros em compras semestrais.

Finalmente, ainda dentro das vantagens adicionais é impossível não referir as milhas de adesão, que são oferecidas pela instituição financeira no momento em que o cliente adere ao cartão. Existem quatro cartões que não possuem esta benesse – o Platinum e o Premium Travel do Santander, bem como o WiZink Rewards e o cartão Halcon da UNICRE. Dentro dos que disponibilizam, a melhor oferta de adesão é a de 8 mil milhas do Millennium bcp para os clientes do cartão TAP Platinum.

No âmbito destes benefícios adicionais, note-se que os únicos cartões que não as disponibilizam (nem na adesão nem posteriormente) são o Santander Premium Travel, o Santander Platinum e o cartão Halcon da UNICRE.

Quantas milhas são necessárias para ter um voo a custo zero?

Para além da oferta do mercado, é necessário perceber quantas milhas precisaria a Ana de acumular para ter uma viagem de ida e volta sem custos.

Para tal, recolhemos dados referentes à quantidade de milhas necessárias para destinos específicos, selecionando cinco aeroportos nacionais (Lisboa, Porto, Faro, Funchal e Ponta Delgada) e ainda seis grandes aeroportos internacionais nos diversos continentes (Rio de Janeiro, Argélia, Moscovo, Toronto, Barcelona e Praia).

Ainda dentro dos pressupostos, apenas se tiveram em conta voos diretos e realizados em classe económica. No caso do Programa Miles & Go da TAP existe ainda uma particularidade: uma espécie de “saving season”, uma época de promoção de voos que é definida anualmente pela própria TAP, tendo-se selecionado os voos realizados tanto nestas alturas como na chamada época alta (“high season”).

Através da tabela abaixo é possível notar, desde logo, que os Programas Miles & More e WiZink Travel são os únicos que abrangem todos os destinos selecionados, sendo que o percurso Porto-Rio de Janeiro é o que necessita de mais milhas (80 mil no primeiro caso e 70 mil no segundo).

Cartões de crédito – Programas de milhas aéreas
Quantas milhas necessita para viajar (voo de ida e volta) gratuitamente em classe económica?
Partida-Destino Programa
Miles & Go (High Season)(1)
Programa
Miles & Go (Saving Season)(2)
Programa de Milhas Santander Miles & More (Lufthansa) Programa de Pontos WiZink Travel
Porto – Rio de Janeiro 155.000 135.000 70.000 80.000 70.000
Porto – Ponta Delgada 24.000 20.000 20.000 40.000 13.000
Lisboa – Argélia 25.000 22.000 40.000 40.000 26.000
Lisboa – Moscovo 37.000 35.000 20.000 35.000 13.000
Faro – Toronto 104.000 95.000 60.000 67.000
Funchal – Barcelona 29.000 25.000 30.000 40.000 13.000
Ponta Delgada – Praia 90.000 80.000 40.000 30.000 41.000

Na tabela acima não se apresenta o Programa VOYAGER do cartão Halcon porque o mesmo apenas permite viajar para destinos pré-definidos pelo próprio regulamento consoante as milhas que o consumidor atinge (por exemplo: na acumulação de 5 mil milhas é oferecido um bilhete de avião “Air Europa” Lisboa-Madrid, ida e volta).

Uma das maiores viagens de sonho da Ana é ir ao Brasil, onde nunca foi, e especialmente ao Rio de Janeiro. Para ter a oportunidade de visitar o Cristo Redentor no topo do Corcovado e todas as atrações que inundam a paisagem carioca que já foi galardoada como Património Cultural da Humanidade pela UNESCO, esta jovem necessita de acumular, no mínimo, 70 mil milhas aéreas (se for cliente do Santander ou da WiZink) e, no máximo, 155 mil (se optar pela solução da Millennim bcp, mas, neste caso específico, viajando em época alta).

Em conclusão

Cada vez mais, os portugueses apreciam ir de férias, o que é corroborado pelos dados do INE: só em 2017 realizaram-se 21,2 milhões de deslocações turísticas, um acréscimo de 5% face ao ano anterior.

Neste mesmo ano, as viagens de residentes portugueses com destino ao estrangeiro aumentaram 13,1% contra um aumento de 2,5% no ano precedente.

Neste contexto, os programas de milhas associados aos cartões de crédito tornam-se numa forma prática de poupar nas férias e de otimizar o orçamento mensal.

Deve ainda ter em conta que as milhas podem ser trocadas por outros benefícios, tais como upgrades nos voos (por exemplo, trocar uma passagem de classe económica por uma em classe executiva), ter prioridade no check-in ou acesso às zonas lounge nos aeroportos.

Além disso, no momento de escolher um cartão com programas de milhas, é importante ter em conta outros fatores que não apenas as milhas aéreas ganhas, tais como a anuidade do cartão ou a TAEG.

Não adianta escolher um cartão apenas pelo número de milhas que se acumula ou pela oferta de adesão se os custos que se tem com o produto forem demasiado elevados ao ponto de não compensarem.

Importa ainda referir que muitos bancos obrigam à contratação de um cartão de crédito para atribuírem uma bonificação no spread do crédito à habitação. Para quem se encontra nesta situação e que, para além disso, gosta de viajar, mais vale escolher um cartão que tenha associado um programa de milhas aéreas, pois assim sai a ganhar duplamente.

Nair Dos Santos

Sobre Nair Dos Santos

Especializada em Economia Internacional, a Nair iniciou o seu percurso profissional em Marketing Institucional. Alia a sua criatividade ao universo financeiro com o objetivo de ajudar os portugueses a melhorar a sua literacia financeira e contribuir para o desenvolvimento de uma economia sustentável.

Comentários