Não se veja grego com as caixas Multibanco

|Posted by | Cartão de Crédito, Produtos Bancários, Todos os Artigos
Tags: , , , , , , ,
multibanco

 

Apesar do nome “Multibanco” ser uma marca registada da empresa SIBS, o termo é normalmente utilizado pelos portugueses para designar o sistema interbancário que disponibiliza serviços financeiros, como levantar ou transferir dinheiro, por exemplo. Dado o enorme sucesso desde a sua implementação (em 1985), novos serviços não bancários, como pagamento dos mais variados serviços (como água, eletricidade, gás, entre outros) ou venda de bilhetes, foram implementados nos multibancos em Portugal.

Para ter uma noção da importância dos multibancos no nosso dia-a-dia, no primeiro trimestre de 2015 foram levantados mais de 6 mil milhões de euros, resultando num total de operações em caixas multibanco acima de 13 mil milhões de euros… é muito dinheiro!

Como vê, o impacto que as caixas multibanco têm no quotidiano dos portugueses é elevado. Se, por acaso (só por mero acaso!), estivéssemos na mesma situação que a Grécia, em que o controlo de capitais imposto obriga os residentes a levantar somente 60 euros por dia, a única forma de contornar esta restrição seria por meio de diversificar o número de bancos cujos consumidores têm contas. Ou seja, colocar o nosso dinheiro repartido por 3 ou 4 bancos, em vez de o termos todo num só banco.

No entanto, Portugal não está na mesma situação que a Grécia e, por isso, este tipo de medidas não é necessário. O que o consumidor português se deve preocupar é com o entendimento e correta utilização deste sistema e algumas práticas de seguranças.

O que precisa de saber ao utilizar uma caixa multibanco?

Levantamento de dinheiro

Levantar dinheiro diretamente na agência do seu banco pode não ser um serviço gratuito, pois alguns bancos podem cobrar uma comissão por este serviço. Assim, fica claro o incentivo para levantar dinheiro nas caixas multibanco!

Pagamento de serviço

Pode efetuar um pagamento de serviço, seja a conta da água, da eletricidade ou do telemóvel, sem que tenha, normalmente, custos acrescidos.

Transferência interbancária

Pode efetuar transferências de dinheiro entre contas abertas em diferentes bancos ou instituições de crédito. Veja o preçário do seu banco pois consoante o meio utilizado (internet, balcão ou caixas multibanco), os bancos podem cobrar comissões por estas transferências.

Transferência intrabancária

Pode efetuar transferências de dinheiro entre contas abertas no mesmo banco. Por exemplo, transferir algum dinheiro da conta poupança para a conta corrente. Regra geral, as instituições financeiras não cobram comissões por este tipo de movimento.

Saldo contabilístico

Refere-se à diferença entre os créditos e os débitos na conta. Por vezes, o saldo contabilístico pode ser superior ao saldo disponível pois caso deposite determinado montante na sua conta, esse só estará disponível quando os valores forem conferidos pelo banco.

Saldo cativo

É um valor que fica cativo até ser liquidado, uma vez que não foi processado pelo banco. Acontece em diversas situações, sejam em compras através da internet ou pagamento de portagens!

Saldo disponível

refere-se ao montante que pode utilizar imediatamente. Esta utilização não está sujeita a juros, comissões ou encargos pois é a débito, e não a crédito.

Saldo autorizado

Refere-se ao saldo disponível de débito mais o montante de crédito que pode utilizar. Caso tenha crédito disponível na sua conta, tenha cuidado na sua utilização pois poderá pagar juros ou outro tipo de encargos.

Levantamento a crédito

Independentemente do montante levantado, existe uma comissão fixa que é cobrada pelo banco.

O que precisa de ter em atenção ao utilizar uma caixa multibanco?

Se, por ventura, o seu cartão ficar retido na caixa multibanco, o processo aconselhado é comunicar o ocorrido ao banco ou à instituição de crédito responsável pelo cartão para resolver o problema. Isto pode acontecer pelas mais variadas razões: poderá ter excedido as tentativas de digitação do código secreto, a caixa poderá estar com problemas informáticos, o seu cartão pode ficar retido por ter expirado, por estar inválido, por ordem da instituição emissora, entre muitas outras razões.

De qualquer forma, existem outros cuidados a ter quando utiliza as caixas de multibanco. Se sentir algo suspeito aquando da sua utilização (sejam pessoas com comportamentos estranhos à sua volta, a caixa apresentar sinais de vandalismo, a operação não estar a funcionar corretamente, etc) deve cancelar imediatamente a operação e, caso ache necessário, comunicar ao banco ou às autoridades.

Também é importante que tenha um código secreto difícil de descodificar e que não transmita esse mesmo código a terceiros… mesmo que isso lhe pareça facilitar a vida!

Quando estiver no estrangeiro, para além dos cuidados referidos acima, também deverá ter em mente que se estiver fora da zona Euro pode pagar taxas que rondam os 2,5 euros por cada levantamento de dinheiro, acrescendo uma taxa de 0,33% sobre a transação, somando o imposto de selo. Por isso, faça poucos levantamentos mas em grandes quantias!

Quais os bancos que cobram as menores taxas de levantamento a crédito?

Em Portugal, todos os bancos cobram uma comissão (uma fixa e outra variável que depende do montante levantado) por levantamento a crédito. Para que consiga tomar decisões informadas relacionadas com assuntos financeiros, comparámos os preçários de todos os bancos e selecionamos os 10 melhores no que diz respeito a taxas cobradas por levantamento a crédito. Veja abaixo.

Comissões para levantamento de 250€ a crédito em ATM
Instituição Adiantamento de Dinheiro (cash advance)
Comissão Fixa Comissão Variável Comissão Total
Montepio 1,56€ 8,33€ 9,98€
Crédito Agrícola 2,60€ 8,33€ 10,93€
BBVA 2,60€ 8,33€ 10,93€
Banif 3,64€ 8,33€ 11,97€
BPI 2,60€ 9,38€ 11,98€
Unibanco 3,02€ 9,88€ 12,89€
ActivoBank 3,64€ 9,38€ 13,02€
Millennium bcp 3,64€ 9,38€ 13,02€
CGD 3,64€ 9,38€ 13,02€
WiZink 3,11€ 9,98€ 13,08€
  • Fonte: preçários dos bancos e instituições financeiras. Inclui Imposto do Selo.

Se por acaso fizer um levantamento a crédito fora da zona Euro, à comissão total de adiantamento de dinheiro acresce a comissão de transação internacional como demonstrado na tabela abaixo.

Comissões para levantamento de 250€ a crédito fora da Zona Euro
Instituição Transação Internacional (fora da Zona Euro)
Cash advance Taxa de Processamento (IPF) Comissão Forex(1) Comissão Total
Crédito Agrícola 10,93€ 4,42€ 0€ 15,35€
Montepio 9,89€ 4,42€ 2,60€ 16,91€
Santander 13,64€ 4,24€ 0€ 17,88€
BBVA 10,93€ 4,42€ 2,60€ 17,95€
Banif 11,97€ 4,42€ 2,60€ 18,99€
BPI 11,98€ 4,42€ 2,60€ 19,00€
ActivoBank 13,02€ 3,24€ 2,50€ 19,75€
Millennium bcp 13,02€ 3,24€ 2,50€ 19,75€
Unibanco 12,89€ 4,42€ 2,60€ 19,91€
CGD 13,02€ 4,42€ 2,60€ 20,04€
  • Nota: os levantamentos a crédito (cash advance), em redes privativas, poderão ter custos adicionais.
  • Fonte: preçários dos bancos e instituições financeiras. Inclui Imposto do Selo.
  • (1) Comissão de serviço de moeda estrangeira.

Se quiser ter ainda mais cuidado com os seus gastos, consulte a nossa plataforma de comparação, analise as várias opções de cartões de crédito presentes em Portugal e adquira a melhor para si.