Como escolher um seguro automóvel?

|Posted by | Seguros, Todos os Artigos
Tags: , , , , , , ,

Muitos portugueses aproveitam a altura em que recebem o subsídio de natal para proceder ao pagamento anual do seguro automóvel. No entanto, é aconselhável que todos os anos reveja esta despesa. Saiba neste artigo como escolher um seguro automóvel.

A venda de automóveis está a aumentar. Em setembro deste ano foram vendidos 12.624 veículos de passageiros ligeiros, de acordo com os dados da Associação Automóvel em Portugal (ACAP). Um aumento de 30,1% em relação ao mesmo mês do ano passado. Ter um seguro de responsabilidade civil é obrigatório, sendo que se não tiver o seguro em dia pode estar sujeito a uma coima entre 500 a 2.500 euros.

Lembre-se que se tiver um acidente é responsável pelos prejuízos que pode causar e por isso, além da coima, vai ainda ter que pagar indemnizações elevadas. É importante que escolha qual o melhor seguro automóvel que se adequa às coberturas que procura. Fique a conhecer os passos que deve ter em conta para tomar esta decisão.

1. O que precisa num seguro automóvel?

O seguro obrigatório apenas assegura o pagamento de indemnizações no caso de existirem danos corporais ou materiais causados a terceiros ou aos passageiros transportados no veículo, desde que não seja o condutor. Por isso, se pretende um seguro mais abrangente, deve optar por mais coberturas.

O seguro automóvel pode incluir ainda assistência em viagem, proteção jurídica e uma compensação pela privação de utilização do automóvel. Tenha ainda em conta que tecnicamente não existe um seguro contra todos os riscos.

Apesar de terem sido popularizados através deste termo, segundo o guia sobre seguro automóvel da Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensão (ASF), este tipo de seguro oferece cobertura de danos próprios.

Esta cobertura pode incluir danos sofridos pelo veículo, mesmo quando é o condutor responsável pelo acidente. Além de incluir cobertura em caso de choque, colisão ou capotamento podem também incluir uma compensação em caso de incêndio, raios, explosão ou até em caso de furto.

Posto isto, para saber como escolher um seguro automóvel deve perceber quais as melhores coberturas que se adequam ao seu caso. No caso de viver numa zona de cheias pode querer optar por um seguro que cubra este risco, por exemplo. Deve antes de começar a fazer simulações, definir quais as coberturas que realmente precisa de forma a diminuir o peso do seguro no seu orçamento familiar.

2. Como escolher um seguro automóvel: faça simulações

Depois de definir que tipo de apólice pretende obter para o seu carro, deve começar a pesquisar preços. Cada seguradora está livre de fixar os preços dos seguros, mesmo do seguro obrigatório. O preço final pode também ser influenciado pela idade do automóvel, idade do condutor e há quantos anos possui carta de condução.

Para facilitar a busca do melhor seguro para si, existem seguradoras que permitem que os consumidores façam simulações no seu site como é o caso da Logo, OK! Teleseguros, Seguro Directo, N Seguros, entre outros. Se está à procura de um novo seguro, deve comparar o preço da sua apólice com o preço oferecido pelas outras seguradoras.

3. Como escolher um seguro automóvel: faça perguntas

Na hora de comparar os seguros, não se acanhe nas questões a fazer à seguradora ou mediador de seguros. Segundo a ASF são seis as perguntas que deve ver respondidas por estas entidades:

  • Qual o preço da cobertura obrigatória e das coberturas opcionais?
  • Quais os riscos cobertos e excluídos?
  • Quais são as opções quanto à franquia e qual o seu impacto no preço do seguro?
  • De que forma funciona a tabela de penalização e de bonificação do prémio?
  • Em que países são válidas as coberturas?
  • Que critérios são utilizados pelo segurador para determinar e atualizar o valor do veículo (no caso de seguros de danos próprios) e da respetiva tabela de desvalorização?

Só depois de ter a resposta a estas questões é que pode tomar uma decisão. Quanto mais informado estiver, mais a sua decisão será acertada.

4. Negoceie um desconto

Depois de comparar os preços das apólices disponíveis, as suas coberturas e estar informado sobre as suas questões, pode ainda optar por negociar um desconto com a sua atual seguradora ou mesmo com o novo mediador de seguros. Pode por exemplo, optar pelo pagamento integral do seguro em vez do faseado, incluir outro seguro para o seu segundo automóvel ou ainda subscrever ao seguro habitação ou de saúde disponível.

Comentários