Menu
Ligue
Ligue 211 165 765 Seg - Sex: 10h às 19h

Crédito para Construção

  • Apoio especializado sem compromisso
  • Propostas com spreads a partir de 0,9%
  • Compare todos os bancos sem custos para si
crédito para construção

Crédito para Construção

  • Apoio especializado sem compromisso
  • Propostas com spreads a partir de 0,9%
  • Compare todos os bancos
    sem custos para si
crédito para construção

Crédito para Construção

  • Apoio especializado sem compromisso
  • Propostas com spreads a partir de 0,9%
  • Compare todos os bancos
    sem custos para si

Crédito Habitação

Normalmente, num crédito à habitação, o imóvel é dado como garantia para o banco atribuir financiamento. Contudo, no empréstimo para construção, as coisas são ligeiramente diferentes. Não havendo imóvel para funcionar como garantia, esta é atribuída através do terreno onde se vai construir a moradia e de tudo o que aí seja construído.

A taxa de juro no crédito para construção costuma ser mais baixa quando comparada com um financiamento para aquisição de habitação. No entanto, o melhor mesmo é pedir várias propostas e averiguar ver que bancos oferecem o menor spread.

Há que ter em atenção também que o crédito para construção é sempre libertado em tranches. Ou seja, ao contrário de um crédito habitação normal, cujo montante é concedido de uma só vez, este é dado em parcelas (normalmente, numa primeira instância, o suficiente para dar início à obra).
Normalmente há uma série de documentos que são pedidos sempre que se faz um empréstimo para construção, nomeadamente:

  • Documentos de identificação dos titulares do crédito habitação;
  • Últimos três recibos de vencimento para trabalhadores dependentes ou recibos dos últimos seis meses para indivíduos que trabalhem por conta própria;
  • Declaração da entidade patronal;
  • Última declaração de IRS e Nota de Liquidação;
  • Mapa de Responsabilidades de Crédito do Banco de Portugal;
  • Caderneta Predial e Certidão do Registo Predial;
  • Extrato bancário dos últimos três meses;
  • Comprovativos de IBAN e de morada.
Contudo, no caso específico de um empréstimo para construção é também exigido que seja apresentada uma licença emitida pela Câmara Municipal que autoriza a construir.
No crédito habitação há duas opções em relação à taxa de juro a contratar. Na taxa fixa, como o próprio nome indica, ao pedir por exemplo um empréstimo para construção de imóvel, fica a pagar uma taxa acordada entre o cliente e o banco. Esta é imutável durante o período acordado em contrato.

Já na taxa variável há uma componente indexada à EURIBOR que se vai alterando conforme o prazo escolhido (dependendo se, por exemplo, está indexada à EURIBOR a 1, 6 ou 12 meses). O mais comum no crédito para construção, como o é nas restantes modalidades de crédito habitação, é ser contratada uma taxa variável com a EURIBOR a 6 meses como referência.

Contudo, a opção deve sempre ser feita com o mercado em análise. Por exemplo, qualquer pedido de crédito para construção deve ter previamente em atenção o estado da EURIBOR. Se esta apresentar uma tendência decrescente, o mais seguro será optar pela taxa variável. Mas se se espera que este indexante aumente, então será mais vantajoso optar pela taxa fixa ao pedir um empréstimo para construção.
Ao procurar o melhor crédito para construção existe uma série de fatores que são muito importantes na altura de se decidir, sendo estes:

  • TAEG: a Taxa Anual Efetiva Global abarca todos os custos do empréstimo, incluindo-se juros, comissões, despesas processuais e ainda os referentes aos seguros associados ao empréstimo;
  • MTIC: é o Montante Total Imputado ao Consumidor, representando a totalidade que se vai pagar pelo empréstimo;
  • Spread: é a margem de lucro do banco quando atribui um financiamento. Apesar de ser publicitado como o principal termo de comparação entre créditos, é, na verdade, um fator comparativo de menor importância. Para se aferir quais os verdadeiros custos de um crédito para construção deve olhar-se sempre à TAEG;
  • Prestação Mensal: ao proceder a uma simulação no ComparaJá.pt poderá saber aproximadamente quanto pagará, por mês, no crédito para construção solicitado.
Não. O crédito habitação aquisição e obras é um tipo de empréstimo que permite não apenas adquirir uma casa nova como financiar obras na mesma, especialmente indicado para quem quer comprar uma habitação permanente ou secundária que precisa de ser remodelada.

Nesta situação, o banco concede o crédito habitação para aquisição da casa e vai disponibilizando o montante das obras por tranches consoante o avançar das mesmas.

Portanto, em suma, enquanto o crédito habitação aquisição e obras é destinado à compra de uma habitação já existente que precisa de ser reabilitada, o crédito para construção serve para construir um imóvel de raiz já se detendo o respetivo terreno.
Este tipo de crédito destina-se a financiar tanto a aquisição de um terreno, como também a própria construção do imóvel, de raiz, nesse espaço.

É natural que no financiamento terreno mais construção os bancos concedam aos clientes um período de carência de capital para que só paguem os juros decorrentes do empréstimo até se iniciarem as obras. Esta modalidade de reembolso possibilita assim que o cliente pague um montante mais reduzido enquanto planeia a construção da sua casa, conferindo-lhe algum alívio financeiro enquanto ainda só possui o terreno.

No entanto, note-se que é usual as instituições financeiras estabelecerem um prazo máximo de dois anos para o titular do empréstimo dar início às obras.
customerpromise.alt

Consiga as melhores condições no seu Crédito Habitação

Para além de agregarmos e compararmos todas as ofertas existentes no mercado português, apresentamos também as características e vantagens de cada produto.
Dessa forma, garantimos que os nossos utilizadores conseguem tomar uma decisão informada, beneficiando das melhores condições para o seu perfil e necessidades.
Facilitamos todo o processo de análise e comparação do mercado ao permitir o acesso, de forma intuitiva e em menos de 1 minuto, a todos os custos e condições contratuais de cada produto.