Como fazer compras seguras na Internet com cartão pré-pago?

|Posted by | Cartão de Crédito, Todos os Artigos
Tags: , , , , ,

cartão-pre-pago

As compras online ganham terreno e conquistam cada vez mais portugueses. Quer seja com cartão pré-pago ou através de transferência bancária, o consumidor tem várias opções de pagamento disponíveis que tornam este método mais acessível. Mas estará sempre seguro ao efetuar pagamentos pela internet? É o que vai descobrir neste artigo.

Segundo um estudo desenvolvido pela Nielsen, em Portugal, 94% dos consumidores com acesso à internet já fizeram, pelo menos, uma compra online.

Desde viagens a produtos de moda e bilhetes para eventos, o e-commerce está a fazer as delícias do consumidor que, hoje em dia, cada vez mais procura opções cómodas e imediatas para fazer as suas compras.

Qual a diferença face aos outros cartões e como funciona?

Para que algumas pessoas que não conseguem ter acesso a um cartão de crédito possam realizar compras online, surgiram os cartões pré-pagos cuja adesão (ao contrário dos primeiros) não está dependente do nível de rendimento nem do histórico de dívidas da pessoa em questão.

Contrariamente ao que acontece com os cartões de crédito tradicionais, com um cartão pré-pago não existe possibilidade de pagar a dívida até ao final do mês de forma gratuita.

Na realidade, ao pagar através deste meio não se pode considerar sequer que exista uma dívida, dado que o saldo do cartão pré-pago é sempre positivo e não é permitido liquidar de forma faseada.

Todavia, estes cartões possuem um limite de compras previamente delimitado como forma de evitar fraudes.

Outra das desvantagens que alguns cartões deste género podem apresentar reside no facto de se pagarem despesas adicionais pelo carregamento do cartão pré-pago (coisa que não acontece nos cartões clássicos, uma vez que estes têm um plafond que se renova gratuitamente).

Pode ainda, no caso de alguns produtos, haver custos associados à não utilização do cartão durante algum tempo, de maneira que importa comparar primeiro todos estes aspetos antes de se aderir a um cartão pré-pago.

Algumas empresas – como costuma ser o caso dos hotéis no momento das reservas – colocam entraves ao pagamento com este tipo de cartões, o que poderá ser um contra a considerar.

A opção da CGD: cartão pré-pago Pro

Esta opção da Caixa Geral de Depósitos é simples e prática, sendo aceite em mais de 48 mil estabelecimentos portugueses e 18 milhões em todo o Mundo. Permite um melhor controlo de despesas e é ideal para fazer compras em e-commerce. É aceite nos sites nacionais e estrangeiros aderentes às redes MasterCard.

Para aderir a este cartão, o consumidor tem de ser maior de 18 anos, para além de precisar de ter conta à ordem na Caixa e serviço Caixadirecta (online) ativo.

É possível carregar o Pro tanto manualmente como automaticamente a partir dos 5 euros. No caso dos carregamentos manuais, estes podem ser feitos no Serviço Caixautomática da CGD, no Caixadirecta (online ou pelo telefone), no Multibanco (através da opção “Pagamentos de Serviços”) ou até em qualquer balcão deste banco.

Já no que diz respeito aos carregamentos automáticos, estes são efetuados através de um agendamento mensal (ao dia 30 de cada mês) com um montante pré-definido (que pode ir de 5 a 2 mil euros), por débito direto na conta à ordem do cliente.

Revolut: transferências para o estrangeiro sem comissões

O Revolut é um cartão pré-pago que funciona através de uma aplicação para smartphone e um dos seus principais benefícios prende-se com o facto de não cobrar comissões associadas a transferências de dinheiro e pagamentos para o estrangeiro.

A sua utilização é muito fácil, basta que instale a app e abra conta a partir da mesma. Assim feito, tem a possibilidade de gastar dinheiro em 29 moedas diferentes e sem quaisquer comissões, em mais de 150 países, utilizando um cartão contactless Visa ou Mastercard.

A Revolut dá-lhe ainda três cartões à escolha: Standard, Premium e Metal.

Revolut Standard

O cartão Revolut Standard é o plano mais simples e sem qualquer custo mensal permite-lhe abrir uma conta corrente, tanto em euros como em libras.

Com este cartão pode efetuar transferências para o estrangeiro em 29 moedas diferentes, com um limite de até 6 mil euros por mês, sendo que, para transferências acima deste valor, passa a ser cobrada uma comissão de 0,5% caso (e apenas) se verifique um câmbio de moeda.

Este cartão permite-lhe ainda levantar dinheiro em ATM sem comissões até um limite de 200 euros por mês.

Revolut Premium

O cartão Premium tem uma mensalidade de 7,99 euros. Este disponibiliza as mesmas funcionalidades que o Standard, mas destaca-se na medida em que permite efetuar transferências interbancárias sem qualquer limite de montante mensal.

Além do mais, permite fazer levantamentos de dinheiro em ATM até 400 euros por mês sem comissões.

Este cartão pré-pago, caracterizado por ser o plano intermédio da gama Revolut, oferece ainda as seguintes vantagens adicionais às do plano Standard:

  • Seguro de saúde no estrangeiro;
  • Seguro para atrasos na bagagem e em voos internacionais;
  • Serviço expresso de entregas global do cartão;
  • Prioridade no atendimento ao cliente;
  • Acesso instantâneo a cinco criptomoedas;
  • Permite a criação de cartões virtuais descartáveis;
  • Acesso a lounges nos aeroportos (LoungeKey Pass).

Revolut Metal

O cartão Revolut Metal agrega todas as vantagens do plano Premium com um custo mensal de 13,99 euros.

Destaca-se o aumento do limite mensal máximo de levantamento em ATM sem comissões, que passa a 600 euros. Este cartão feito de metal permite ao cliente receber um serviço exclusivo de concierge disponível 24 horas por dia, que se destina a oferecer assistência de alta qualidade para reservas de hotéis, eventos, marcações de voos, entre outros.

Outro dos benefícios deste cartão pré-pago é proporcionar cashback de 0,1% por cada euro gasto em qualquer moeda dentro da Europa e de 1% fora da Europa.

Visa: soluções com maior liberdade para o consumidor

O grande benefício de ter um cartão pré-pago com o meio de pagamento Visa assenta no facto de precisar apenas de carregar o montante pretendido.

Basta que pergunte, junto do seu banco ou de outro, se algum dos cartões pré-pagos emitidos pertence à rede Visa. Desta forma, torna-se conveniente, flexível e muito apto para o controlo de todos os gastos que se fazem.

Estes cartões podem ser de dois tipos: por um lado, de utilização única, como é o caso dos cartões presente, fazendo-se um único carregamento cujo montante se utiliza até se esgotar e depois fica inutilizado; ou, por outro lado, recarregável, podendo assim ser usado várias vezes.

Partilhar com outros titulares: VIABUY MasterCard

Sendo super rápido de solicitar, sem ser necessário verificar o seu historial de crédito, confirmar a identidade ou apresentar comprovativos de rendimentos, este cartão pré-pago dá ainda para personalizar para as cores dourado ou preto. Ademais, a entrega é feita em 24 horas e não há cobrança de comissões nos pagamentos em euros.

São inúmeros (especificamente mais de 36 Milhões) os estabelecimentos que aceitam pagamentos da rede MasterCard, o que é, sem dúvida, uma vantagem acrescida deste produto.  

A grande caraterística diferenciadora deste cartão pré-pago é o facto de oferecer uma conta online que tem um IBAN pessoal atribuído. Este IBAN pode ser utilizado para carregar o cartão sem comissões ou até para permitir que outras pessoas lhe enviem dinheiro.

Para viajar em segurança, nada como o Millennium bcp Free Travel

Viajar com dinheiro no bolso ou com cheques pode ser muito prático (e por vezes até mais barato), mas tem os seus perigos, nomeadamente se for assaltado, por exemplo.

Com o cartão de crédito pré-pago Millennium bcp Free Travel torna-se mais seguro levar o montante que quiser e também muito mais fácil, uma vez que funciona como um cartão de débito normal, controlando-se o saldo disponível.

Não possui comissões sobre compras ou pagamentos realizados no estrangeiro, qualquer que seja o destino escolhido e desde que seja em euros, o que é, indubitavelmente, uma grande vantagem perante a realização de operações com o cartão de débito habitual (pois o banco cobra sempre taxas).

Além disso, este produto possui também uma grande vantagem sobre outros no mercado: inclui uma ampla proteção em viagem ao disponibilizar ao cliente um seguro de imprevistos e acidentes em viagem e ainda assistência às pessoas no estrangeiro.

Esta pode ser uma solução viável até para quem vai estudar no estrangeiro.

Concluindo, talvez para quem já tem o seu cartão de crédito habitual esta opção pode não parecer apelativa à primeira vista. Porém, especialmente para compras na Internet, é uma escolha segura e com poucos riscos. E se ainda não possui nem um nem outro, aproveite para comparar todas as soluções de cartões de crédito do mercado:

Nair Dos Santos

Sobre Nair Dos Santos

Especializada em Economia Internacional, a Nair iniciou o seu percurso profissional em Marketing Institucional. Alia a sua criatividade ao universo financeiro com o objetivo de ajudar os portugueses a melhorar a sua literacia financeira e contribuir para o desenvolvimento de uma economia sustentável.

Comentários