Menu
Ligue
Ligue 211 165 765 Seg - Sex: 10h às 19h

Crédito Pessoal

Encontre um crédito à sua medida. TAEG a partir de 2.9%

Garanta a melhor oferta do mercado de forma 100% gratuita
Garanta a melhor oferta
Mais de 561.000 portugueses já compararam connosco
561.000 portugueses já compararam

Simulador Crédito Pessoal

Compare todo o mercado e adira de forma 100% gratuita

5000 €
36 meses

Personalize, compare e adira. É simples!

Personalize

Responda às questões do nosso simulador

Compare

Compare ofertas personalizadas para si

Adira

Adira de forma gratuita e comece a poupar

Crédito Pessoal

Crédito Pessoal

Porquê juntar créditos num só?
Os empréstimos que contrai são parte integrante das suas finanças pessoais. E juntar créditos num só pode ser uma forma fulcral de organizar (e poupar) dinheiro. Todos nós, ao longo da vida, contraímos vários tipos de empréstimo. Se compramos uma casa, normalmente pedimos um crédito à habitação. Se adquirimos uma viatura, é comum pedir-se um crédito automóvel. E não raramente se contraem dívidas num cartão de crédito ou através de crédito pessoal, para situações tão diversas como ir de férias, comprar mobília para a casa ou pagar um curso. O crédito, por si só, não é mau e pode ajudá-lo a conseguir financiamento quando o dinheiro não está imediatamente disponível. Contudo, a acumulação de vários créditos pode levar a endividamento excessivo e ao amontoar de prestações que se tornam incomportáveis. Juntar créditos num só pode ser a solução para estes casos. Conheça 5 formas em que o crédito consolidado pode salvar as suas finanças pessoais
Juntar créditos num só = menor prestação mensal
Imagine o caso de um casal que começou por querer comprar um carro novo. Para o efeito contraíram um crédito automóvel. Pouco depois, decidiram ir de férias e contraíram dívidas num cartão de crédito para esse fim. Além disso, adquiriram um cartão de crédito para comprar alguns itens para a casa. No final do dia, viram-se a pagar uma prestação incomportável. Para contornar essa situação informaram-se sobre a possibilidade de juntar créditos num só. Ao recorrer ao crédito consolidado podem alargar o prazo do pagamento do empréstimo e até, possivelmente, ficar a pagar uma menor taxa de juro. É preciso ver que, no final do empréstimo, poderá pagar um Montante Total Imputado (custo total do crédito) maior, mas no final do dia fica a pagar uma prestação mensal consideravelmente menor. A redução na prestação mensal dos créditos pode chegar aos 60%. A “corda ao pescoço” desaparece.
Organize as suas finanças pessoais ao pedir um crédito consolidado
Ter várias prestações dispersas por diversos dias do mês pode ser uma autêntica dor de cabeça na gestão das finanças pessoais. Tem o crédito automóvel a “cair” nos primeiros dias do mês, a prestação do cartão de crédito a meio e ainda o crédito pessoal quase no fim? Juntar créditos num só é a forma de organizar as finanças pessoais. Se conseguir consolidar todos esses créditos, fica a pagar só uma prestação num dia fixo. E, já sabe, uma boa organização é meio caminho andado para uma boa poupança.
Juntar créditos num só é um processo rápido e simples
O processo do crédito consolidado tende a ser rápido. Num espaço de poucos dias consegue, se for aprovado, ter acesso a financiamento. Na “pior” das hipóteses o processo pode demorar algumas semanas. Mas primeiro escolha qual o crédito consolidado que melhor se adequa às suas necessidades:

Faça um crédito consolidado e poupe em comissões
Os custos “burocráticos” são outro fator onde pode cortar quando consolida empréstimos. Uma vez que está a pagar várias comissões por manter várias contas separadas nos bancos onde pediu crédito, também aqui pode ficar a pagar menos dinheiro. Como é que isto acontece? É fácil. Ao eliminar os outros empréstimos, há custos (como, por exemplo, o das comissões de descoberto) que também desaparecem.
Consolidar créditos pode mesmo melhorar o seu historial de crédito
A acumulação de várias dívidas e, na pior das hipóteses, o incumprimento, são uma “mancha negra” no que toca ao seu historial de crédito. O crédito consolidado previne esta situação, pelo que é uma decisão sensata para evitar problemas futuros. Portanto sim, juntar créditos num só pode fazer com que não perca a oportunidade de pedir créditos no futuro. Como? Ao não entrar em incumprimento nos seus créditos, fica com uma ficha mais limpa. Ficha essa que, no futuro, a instituição a que vai recorrer para pedir crédito terá acesso. Portanto já sabe: se vir que as dívidas acumulam, não hesite e faça já um crédito consolidado. As suas finanças pessoais agradecem.

Conteúdo Revisto por José Figueiredo

Diretor Geral do ComparaJá.pt

Especialista em Crédito Habitação e Crédito Pessoal certificado pelo instituto de Formação Bancária e intermediário de crédito credenciado pelo Banco de Portugal

Encontre a melhor oferta para o seu crédito automóvel

Encontre a melhor oferta para o seu crédito automóvel

Encontre a melhor oferta para o seu crédito automóvel

Obtenha financiamento para o seu novo carro sem preocupações. A nossa equipa especializada vai ajudá-lo durante todo o processo, sem qualquer custo e de forma totalmente imparcial.

Simular crédito automóvel

Encontre um crédito à sua medida

Encontre um crédito à sua medida

No ComparaJá.pt ajudamo-lo na concretização do seu novo projeto. Tenha um acompanhamento personalizado durante todo o processo e a garantia da melhor oferta do mercado.

Ver todas as ofertas
Encontre um crédito à sua medida
O que os nossos utilizadores dizem sobre nós
Leia os últimos artigos do blog
Mantenha-se a par das mais recentes novidades do mundo financeiro e das melhores dicas de poupança.